publicidade

Putin e Trump são os melhores amigos

Diogo Pereirapor Diogo Pereira
diogopereira@w360.pt

nº 026


subscrever_NL-VERLONG

Bom dia, seja bem vindo a mais uma Newsletter do W360.PT, a primeira de 2017!

É no final do mês de janeiro que Donald Trump toma posse como presidente dos Estados Unidos da América, mas o processo que o trouxe até aqui está cada vez mais em causa. Continua a tensão a propósito da alegada ingerência russa nas eleições que deram a vitória ao empresário do imobiliário Donald Trump. Esta semana houve um desenvolvimento que liga o Wikileaks à Rússia neste assunto. James Clapper, chefe dos serviços secretos americanos, afirmou “estar ainda mais convencido” de que a Rússia lançou ataques informáticos ao Partido Democrata.

Quando um assunto se torna banal quase sempre deixa de ser notícia. É provavelmente o que acontecerá aos atentados daquia a uns tempos, mas para já vamos fazendo o exercício de os contabilizar. Em Bagdad morreram 36 pessoas num ataque com um carro armadilhado no dia em que o presidente francês visitou o país; o atentado de ano novo em Istambul que tirou a vida a 39 pessoas foi reivindicado pelo Estado Islâmico; ontem, nos Estados Unidos, um alegado militar entrou na zona de recolha de bagagens de um aeroporto da Flórida e matou cinco pessoas.

Esta foi também a semana em que a “saída limpa” do Reino Unido da União Europeia ficou mais difícil. Ivan Rogers, embaixador britânico na União Europeia demitiu-se inesperadamente do cargo três meses antes de começarem as negociações do brexit. Rogers era tido como uma peça fundamental nas negociações, uma vez que é um profundo conhecedor das questões europeias. Rogers saiu de forma inesperada, mas não inexplicada. No dia seguinte à sua demissão enviou uma carta aos seus colaboradores onde lhes pede que combatam “as posições mal fundamentadas e o pensamento confuso”, numa crítica clara à forma como o governo de Theresa May tem conduzido o caso.

Na Síria a instabilidade continua. Depois de os principais grupos rebeldes anunciaram que não vão participar nas negociações preliminares para a resolução do conflito na Síria, o ministro dos negócios estrangeiros da Turquia também veio apontar o dedo ao regime de Assad por alegadamente não cumprir o cessar-fogo.

Esta semana foi particularmente preocupante no Brasil porque se tornou cada vez mais evidente a degradação de um sistema prisional sobrelotado. Logo na segunda feira um motim na maior prisão do estado do Amazonas fez 60 mortos e vários feridos. Já no final da semana um outro motim no estado de Roraima deixou pelo menos 33 mortos.

A poluição na China continua e não parece dar sinais de abrandamento. São já 25 as cidades em alerta vermelho, numa situação que já se tornou dramática. O nível de partículas PM, que são as mais perigosas, já atingiu 300 microgramas por metro cúbico. A Organização Mundial de Saúde recomenda um nível máximo de 25…

FRASES

“A Coreia do Norte acaba de afirmar que está na etapa final para desenvolver uma arma nuclear capaz de chegar aos Estados Unidos. Isso não vai acontecer.”

Donald Trump, no Twitter

“Não podemos adiar, existe um prazo, e o que disse a Assembleia Legislativa Nacional é da sua responsabilidade.”

Prawit Wongsuwan, vice-primeiro-ministro da Tailândia, assegurando que as eleições no país vão mesmo realizar-se. A votação vai permitir eleger um novo governo civil depois do golpe de estado de 2014

“As mesmas pessoas que acenam que sim em Bruxelas em casa fingem que uma qualquer força anónima as perssionou. Isso é fatal.”

Martin Schulz, presidente do Parlamento Europeu, na última entrevista que deu enquanto titular do cargo

“O briefing dos serviços secretos sobre o “hackeamento russo” foi adiado para sexta-feira. Talvez seja preciso mais tempo para construir um caso.”

Donald Trump, no Twitter depois de os serviços secretos terem adiado a reunião que teriam com o presidente eleito para abordar do tema da ingerência russa nas eleições

ROSTO

PUTIN
Vladimir Putin. Depois de Obama expulsar os diplomatas russos dos Estados Unidos e depois de o chefe dos serviços secretos americanos vir a público afirmar que está cada vez mais convencido de que houve ingerência russa nas eleições americanas, parece cada vez mais evidente que Trump chegou onde chegou com a ajuda do seu amigo russo que tantas vezes elogia. A ver vamos se Putin também consegue levar a sua avante nas eleições francesas…

NÚMEROS

167,5

mil milhões de euros, é o valor dos prejuízos causados pelos desastres naturais que aconteceram em 2016. Os dados são da seguradora alemã Munich Re. Desde 2012 que não eram tão altos.

Encontrou algum erro ou informação desatualizada? Sugira uma correção ao autor: diogopereira@w360.pt