No Museu de Aveiro há uma santa que não é santa

claudia-paivatexto e fotos Cláudia Paiva
claudiapaiva@w360.pt

Diogo Pereiratexto e vídeo Diogo Pereira
diogopereira@w360.pt

 Aveiro, Portugal



 

O Museu de Aveiro é muito mais conhecido pelo nome da sua mais famosa inquilina: Santa Joana. Esta infanta, carismática e enigmática viveu por ali os seus últimos tempos em clausura. Porque aquele lugar, antes de ser museu, foi o Convento de Jesus.

Joana consegue ainda outra proeza curiosa. É padroeira da cidade de Aveiro, mesmo sem ser reconhecida pela Igreja Católica como santa. Beata é o seu único título, concedido pelo Papa Inocêncio XII em 1673, mas o povo continua a acarinha-la e a atribuir-lhe alguns milagres.

No acervo deste espaço concentram-se, essencialmente, as obras herdadas do convento que por ali existiu, sendo o túmulo de Joana a atração mais relevante. Embora seja hoje um museu, está frequentemente aberto para o culto religioso.

Santa Joana no Museu de Aveiro
Museu de Aveiro
 Aveiro, Portugal (Parque de Santa Joana)
crianças, idosos, estudantes e jovens: grátis | adultos: €4
 terça a domingo: 10:00 às 12:30 e 13:00 às 18:00 (encerra no dia de Natal, ano novo, Páscoa e 1 de maio)
aceda à página de Facebook

 A partir do centro de Aveiro pode deslocar-se a pé para o Museu de Aveiro

 Dispense cerca de 2h00 para visitar o museu
Encontrou algum erro ou informação desatualizada? Sugira uma correção aos autores: diogopereira@w360.pt ou claudiapaiva@w360.pt