Sevilha não é só a semana santa

claudia-paivatexto e fotos Cláudia Paiva
claudiapaiva@w360.pt

Sevilha, Espanha

Localizada no sul de Espanha, na comunidade Autónoma da Andaluzia, Sevilha vive o seu ponto alto, a semana Santa. Antecede a Páscoa e coloca a cidade no roteiro turístico religioso mundial.

O Real Alcázar de Sevilha é um dos mais antigos palácios do mundo. O seu cheiro a natureza e a sua localização, bem no centro da cidade, fazem dele um local ideal para passar uma tarde relaxante. Os estilos Islâmico, Mudéjar, Gótico e renascentista são apenas os mais evidentes dentro deste espaço. O desafio é encontra-los e ver como convivem. Na atualidade o Real Alcázar é ainda a residência oficial dos reis espanhóis quando visitam Sevilha. Percebo porquê.

   

A Praça de Espanha, uma das mais emblemáticas, foi construída pelo arquitecto Anibal Gonzales. Representa os braços abertos de Sevilha, como se de um abraço caloroso se tratasse. Recebeu as nações da exposição Ibero-Americana de 1929 e hoje continua lá para receber os milhares de turistas que, todos os anos, visitam a cidade. Confesso que fui muito bem recebida pelos longos braços abertos da Praça de Espanha. Dá vontade de ficar por ali a olhar à volta, ver os barcos a passar pelo canal, as charretes de cavalos com turistas de câmaras em punho e a gigantesca fonte central que refresca os dias quentes de Sevilha. Outro fascínio de Sevilha, no geral, e da Praça de Espanha, em particular, são os azulejos. Não vi um único que não quisesse levar para casa.

O Metropol Parasol é a maior construção em madeira do mundo, está localizada na Praça La Encarnacíon, na zona antiga de Sevilha. Foi desenhada pelo arquitecto alemão Jurgen Mayer – Herman que terminou a sua construção em 2011. É o melhor local para as fotografias panorâmicas de Sevilha. A entrada custa 3€ mas inclui uma bebida para ser saboreada no topo. Confesso que ver Sevilha lá do alto a saborear um Tinto de Verano sabe muito melhor, especialmente com o dia quente que encontrei.

   

Uma das mais importantes festas de Sevilha é a Semana Santa são 8 dias de procissões nas quais 59 irmandades desfilam com trajes diferentes nas ruas. Os andores são fascinantes. São precisos cerca de 50 homens para os pegar. Estes homens passam todo o ano a treinar para que esta semana corra da melhor forma.

 

Quer mais motivos para escapar até Sevilha? Vai ver que vai gostar…

Sevilha
Andaluzia, sul de Espanha
Espanhol
696.676 hab. (2014)
Euro (EUR)
GMT+1
 Europeia, 2 pinos
+34
112
Sevilha é uma cidade muito quente nos meses de Verão podendo as temperaturas ultrapassar os 35ºC. Agosto é, por norma, o mês mais quente do ano na cidade. No inverno as temperatuas são bem mais baixas, podendo chegar aos 5ºC nos meses de dezembro e janeiro.
 Encontrou algum erro ou informação desatualizada? Sugira uma correção à autora: claudiapaiva@w360.pt

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscribe!