publicidade

Bruxelas, um óptimo cenário para celebrar a amizade

mariana-abrantestexto e fotos Mariana Abrantes
geral@w360.pt

 Bruxelas, Bélgica

Amizade, Canais, Cerveja e Bicicletas


Tenho um carinho muito especial pela Bélgica e como já tinha saudades voltei para visitar velhos amigos e aqueles lugares que me marcaram no ano em que lá vivi! É um óptimo cenário para celebrar a amizade e todas as coisas boas que ela traz consigo.

Em Gante, entre torres e pontes, encontramos lugares incríveis para nos perdermos. Tem uma escala muito próxima e acolhedora, muita gente animada na rua, jardins escondidos entre os vários canais e casinhas tradicionais que lhe dão um ar fantástico e quase surreal. Aconselho uma visita à livraria Copyright em Jakobijnenstraat e mesmo ali pertinho há o restaurante de almôndegas Balls & Glory que vale a pena experimentar! Qualquer boa conversa entre amigos vem acompanhada de uma boa cerveja e a Bélgica é o país da melhor cerveja do mundo e em qualquer bar se pode pedir a lista e apreciar o potencial que uma cerveja pode ter: a cor, o aroma, o sabor, o gás, a intensidade e o sorriso depois de provar! Não pode falhar uma visita ao Vooruit e ao Poeljemarkt. Descobri o Museum Dr. Guislain que era um antigo hospital psiquiátrico e que merece, sem dúvida, umas horas para explorar!

Centro de Gante
Canais de Gante
Centro de Gante
Cerveja belga
Museum Dr. Guislain

Quer Bruxelas quer Antuérpia já têm uma dimensão mais próxima da metrópole e uma agitação mais urbana e intensa. Quando vou à capital belga e europeia gosto sempre de sair na estação de Buxelles – Midi / Zuid e passar pelo Bairro Português, espreitar o Marolles Flea Market em Place du Jeu de Balle e andar à deriva entre ruas e ruelas até chegar à zona da Estação Central. Desta vez parei no parque de estacionamento Parking ’58, apanhei o elevador até ao topo e voilá, uma vista fantástica da cidade! Passei pela zona Marché au Porcs e o bairro de Molenbeek, interrompidos por galerias, pequenas lojas, cafés simpáticos e intervenções artísticas até chegar ao MIMA! Bruxelas tem bairros plantados por culturas diversas e referências distantes que confere à cidade uma nostalgia de quem deixou o seu país para trás à procura de uma vida melhor!

Bairro Português
Marolles Flea Market
Melhores waffles da Bélgica
Vistas do Parking ’58
Bairro de Molenbeek
Centro de Bruxelas

Antuérpia: a cidade porto. A cidade que está a mudar. A cidade atual!  Uma chegada pela estação de comboios é arrebatadora, ficamos desconcertados com a sua dimensão e a sua estrutura! Muitas bicicletas (como em todas as cidades belgas) que cruzam as ruas e as praças, o chiar dos trams, o som da água a bater na margem e o burburinho animado de quem passeia pelo centro preenchem uma cidade cheia de vida cultural. Desta vez não fui ao incrível Museum aan de Stroom porque tinha pouco tempo, então resolvi ir ao outro lado da cidade, a Sint-Andries descobrir uma outra forma de comércio, exposições, grafittis, design… que mantêm Antuérpia com a sua contemporaneidade fervilhante em equilíbrio com o lado mais antigo e nostálgico à beira rio (escadas rolantes de madeira são das mais antigas em funcionamento). Que bom voltar a Antuérpia e despedir-me olhando mais uma vez a estação!

Antuérpia

Encontrou algum erro ou informação desatualizada? Sugira uma correção à autora: geral@w360.pt