publicidade

Nevou no deserto do Sahara, um dos fenómenos mais raros do mundo

texto Diogo Pereira
diogopereira@w360.pt

foto Karim Bouchetata

Frio europeu causou a queda de neve no Sahara

publicidade

A cidade de Ain Sefra, na Argélia, acordou ontem debaixo de um nevão que chegou aos quarenta centímetros de altura, notícia o The Telegraph. Conhecida como “portão do deserto” Ain Sefra está localizada a quase mil metros do nível do mar e viu as suas montanhas normalmente alaranjadas pela areia do deserto do Sahara ficaram brancas com a neve.

O fenómeno é um dos sete mais raros do mundo de acordo com a Life Science e por isso a cidade não estava preparada para o receber, tendo grandes dificuldades na resolução de problemas de gelo nas estradas e nos automóveis.

De acordo com os meteorologistas este foi um acontecimento causado pela alta pressão na Europa que levou o ar frio a descer ao norte de África, afetando algumas partes do deserto do Sahara.

Vários moradores fotografaram e publicaram a neve sobre as areias geralmente quentes nas redes sociais.

publicidade

“Ficamos muito surpreendidos quando acordamos e vimos neve. Esta manteve-se durante o dia de domingo e começou a derreter por volta de 5h da tarde”, contou o fotógrafo amador, Karim Bouchetata.

Um vídeo da Euronews mostra como ficou o deserto:

publicidade

publicidade

publicidade

Encontrou algum erro ou informação desatualizada? Sugira uma correção ao autor: diogopereira@w360.pt