publicidade

Bruxelas: um roteiro para dois dias na cidade do Tintim

claudia-paivatexto e fotos Cláudia Paiva
claudiapaiva@w360.pt

vídeos Diogo Pereira

Bruxelas, Bélgica

Bruxelas é a capital da Bélgica e da União Europeia, situada estrategicamente no centro da Europa e conhecida pelo chocolate, pelas batatas fritas, pelas moules frites, os waffles recheados e pelas melhores cervejas. É ideal para uma escapadela de fim de semana.

Se for no inverno prepare-se para o frio (com temperaturas negativas) e para os dias cinzentos. A partir de abril o tempo começa a melhorar e os dias de sol dão um brilho especial à cidade.

Quase não vai precisar de transportes públicos para se deslocar. À excessão do Atomium, vai poder ir a quase todos os monumentos e locais de interesse a caminhar.

Bruxelas
 Bélgica
 Neerlandês, Francês e Alemão
 10 403 951 hab.
 Euro (EUR)
GMT+1
 Europeias, 2 pinos
 +34
 112
No inverno as temperaturas são baixas, fazendo uma média de 3 °C, sendo que em muitos dos dias há temperaturas negativas e a possibilidade de ocorrência de neve é elevada. No meses de verão as temperaturas são amenas, raramente ultrapassando os 30ºC.

Dia 1

Grand Place
 09:00 – 09:30

Gare de Bruxelles-Central
Bruxelas 1000

Chegado a Bruxelas, e depois de deixar as malas no hotel, vá em direção à Grand Place, um dos pontos mais centrais e emblemáticos da capital belga. Uma praça cheia de movimento, luz e com uma arquitectura para se deixar deslumbrar.

À volta da praça vai encontrar várias lojas de venda de chocolates, restaurantes, a Câmara Municipal e a Casa do Rei da Bélgica. A praça é sempre um ponto de encontro e raramente está vazia. Não deixe de a visitar durante a noite, ela transforma-se.

Ao longo do ano a Grand Place vai-se transformando para receber as diferentes festividades
Se voar para Bruxelas na Ryanair é provável que aterre no Aeroporto de Charleroi (a Ryanair voa para Zaventem e Charleroi). Saiba aqui qual a melhor ligação ao entre Charleroi e o centro da cidade:

cropped-W_MINIATURA.pngComo ir do aeroporto de Charleroi ao centro de Bruxelas

Mannaken Pis 
 09:45 – 10:00

Gare de Bruxelles-Central
Bruxelas 1000

Em seguida vá ao encontro do Mannaken Pis, a cinco minutos a pé da Grand Place. Numa esquina vai encontrar a estátua mais conhecida de Bruxelas, um pequeno menino de bronze de 61 centímetros a fazer xixi.

O menino a fazer xixi tem um vasto guarda roupa, mas pode encontra-lo despido, mesmo no inverno rigoroso de Bruxelas

Mannaken Pis nasceu em 1619, o seu pai foi Jerôme Duquesnoy e é o símbolo de uma luta contra a falta de água que se vivia na região.

É comum o pequeno menino estar despido, mas o frio belga sensibilizou muitas pessoas que lhe foram oferecendo roupinhas e em dias festivos é várias vezes vestido. O guarda roupa exclusivo pode ser visto no Musée de la Ville.

Se na Grand Place resistiu à tentação aproveite para comer aqui um waffle dos mais variados sabores, a rua está cheia de lojas.

Se a sua viagem fôr no mês de março ou outubro não deixe de visitar o Mercado de Flores em plena Grand Place.

publicidade

Zinneke-Pis
 10:15- 10:30

M De Brouckere
Rue des Chartreux 35

O Zinneke-Pis, o mais novo da família Pis, ficou também conhecido como o cão que faz xixi, apesar de não ser uma fonte. Foi construído em 1998 por Tom Frantzen e está muito discretamente localizado num cruzamento de ruas secundárias, num tamanho e expressões realistas que não nos deixam sair de junto dele sem lhe fazermos uma festa. 

Não vai conseguir resistir aos chocolates belgas
Zinneke é o último membro da família Pis
Não se deixe enganar pelo preço dos waffles que é apresentado nas lojas. Geralmente o valor não inclui o recheio que vai adicionar.

Catedral de São Miguel e Santa Gudula
 11:00 – 11:15

M Park
Place Sainte-Gudule
Gratuito
 segunda a sexta: 07:00 às 18:00 | sábado: 8:30 às 15:30 | domingo: 14:00 às 18:00

aceda ao site

Vá agora em direção à Catedral de São Miguel e Santa Gudula, um símbolo da resistência belga.

A Catedral de São Miguel e Santa Gudula é a mais importante em toda a Bélgica

Aqui estão os dois padroeiros da cidade e alguns dos mais relevantes tesouros católicos de toda a Bélgica. A arquitetura impressiona pela magnitude, mas é nos detalhes que se deve prender. O órgão de tubos é um dos protagonistas, com sorte vai conseguir ouvi-lo a tocar.

Faça um circuito pela arte urbana da cidade de Bruxelas para ver os vários painéis existentes nas fachadas de edifícios. É uma forma diferente de conhecer a cidade.

Centro Belga da Banda Desenhada
 11:30 – 12:30

De Brouckere
Rue des Sables 20
adultos: €10 | idosos: 8€ | jovens entre 12 e 25 anos: €7 | crianças até 12 anos: €3,5
 segunda a domingo: 10:00 às 18:00

aceda ao site

Situado num edifício contemporâneo de Victor Horta, o Centro Belga de Banda Desenhada faz homenagem a vários trabalhos de cartoonistas como Hergé, o criador de Tintim ou Yvan Delporte.

O Museu de Banda Desenhada ocupa um dos edifícios mais carismáticos de Bruxelas projetado por Victor Horta

Este importante museu recebe mais de 200 mil visitantes por ano e as exposições são dedicadas à banda desenhada europeia, das origens ao romance gráfico mais inovador.

Aqui podemos ver os esboços e desenhos originais de muitas histórias que conhecemos dos livros, assim como a evolução da técnica que começa nos lápis coloridos e chega aos meios digitais onde o computador substitui a folha em branco.

No final da visita aproveite para explorar o centro de documentação para crianças e adultos e comprar alguns clássicos à venda na loja.

Veja a reportagem completa do W360.PT no Centro Belga de Banda Desenhada:

cropped-W_MINIATURA.pngMuseu de Banda Desenhada de Bruxelas: a casa onde o Tintim é o anfitrião

publicidade

Almoço no Parlamento Europeu
 13:00 – 14:00

Maelbeek
Place du Luxembourg 
sandes a partir de €5
 segunda a sexta: 9:00 às 18:00 | sábado e domingo: 10:00 às 18:00

aceda ao site

Para poupar tempo e dinheiro a minha sugestão é um almoço dentro do Parlamento Europeu. Na cantina só tem de recolher um tabuleiro e escolher entre os vários produtos disponíveis.

A maioria das opções são sandes ou saladas mas também tem pratos quentes.

Na praça central do Parlamento Europeu é possível lembrar alguns dos momentos emblemáticos ali ocorridos

Parlamento Europeu de Bruxelas
 14:00 – 15:30

Maelbeek
Place du Luxembourg
gratuito
 segunda a sexta: 9:00 às 18:00 | sábado e domingo: 10:00 às 18:00

aceda ao site

O Parlamento Europeu tem um novo centro de acolhimento na Rue d’Ardenne. O atrium é o local ideal para repousar um pouco antes da visita ao Hemiciclo, ao Parlamentarium ou à Casa da História Europeia. Aqui pode obter informações sobre algumas das figuras inspiradoras da União Europeia e das altas individualidades que visitaram o Parlamento.

Parlamentarium é um dos lugares mais interativos de todo o Parlamento Europeu. Através de tecnologias intuitivas percorremos toda a história da União Europeia. Desde a fundação até aos dias de hoje, passando por todos os momentos bons e menos bons desta nossa identidade.

Se quiser visitar o hemiciclo do Parlamento tenha em atenção ao horário restrito que não contempla os fins de semana.

No mural dos deputados podemos conhecer todos os parlamentares que se sentam no hemiciclo

Museu Horta
 16:00 – 17:30

Place Janson
 Rue Américaine 25
adultos: €10 | estudantes e idosos: €5 | crianças: €3
 terça a domingo: 14:00 às 17:30 | segunda: encerrado

aceda ao site

O Museu Horta, inaugurado em 1898, era a antiga casa e atelier de Victor Horta um dos mais reconhecidos arquitetos europeus, que marcou o movimento Art Nouveau.

O edifício do Museu Horta é uma das peças mais importantes da arquitetura belga

Hoje é possível visitar a Casa Museu no bairro de Saint Gilles, sendo o próprio edifício a principal peça do museu.

O edifício é constituído pela casa pessoal do arquiteto e pelo seu estúdio de trabalho. Estes dois edifícios foram construídos em períodos diferentes (1898 a 1901), no entanto foram projetados pelo arquitecto em conjunto. Ambos se comunicam pelo interior, mas é clara a diferença entre a área pessoal e profissional.

Na rua do Museu Horta vai encontrar uma pastelaria portuguesa. Se quiser matar saudades do café, aqui é uma boa oportunidade.

 

Galerias Reais Saint-Hubert 
 18:15 – 20:00

Gare Centrale
Galerie du Roi 5
gratuito
 a maioria das lojas encerram às 18h, mas é possível atravessar as galerias a qualquer hora.

aceda ao site

As Galeries Royales Saint-Hubert estão abertas ao público desde 1847, sendo a primeira galeria comercial da Europa que ainda hoje continua a ser um dos locais mais exclusivos para fazer compras em Bruxelas. Muitas das lojas são de marcas de luxo, relojoeiros e lojas de chocolate.

Mandadas construir pelo Rei Leopoldo I, para que a classe alta da Bélgica pudesse ir às compras, está adornada de detalhes que ainda hoje podemos contemplar como o teto de vidro que cobre toda a galeria. 

 

Está indeciso sobre que presentes levar aos seus familiares e amigos como recordação desta viagem? Compre chocolates nas Galeries Saint-Hubert

 Moules Frites
 20:20 – 21:40

Um dos pratos típicos em Bruxelas são as Moules Frites, acompanhadas por batatas fritas e, preferencialmente, uma cerveja. Para quem nunca experimentou o aspeto pode causar estranheza, mas rapidamente vai ficar fã desta iguaria. Para as comer escolha um restaurante que não o obrigue muito a sair do roteiro. Há vários, com os mais variados preços.

Não avalie o sabor das Moules Frites pelo aspeto, vai surpreender-se.

Delirium Café
 22:00 – 23:30

Madou
Impasse de la Fidélité 4
cervejas a partir de €5
 todos os dias: 10:00 às 4:00

aceda ao site

Acabe a noite no Delirium Café que têm mais de 2000 tipos de cervejas na sua carta. Não pode sair daqui sem provar uma cerveja, existem variedades para todos os tipos de gosto: frutadas, com e sem cevada, escuras, ou de trigo, são só alguns exemplos. Algumas das marcas mais conhecidas são a Duvel, Stella Artois, a Jupiler ou a Leffe.

É impossível não haver uma cerveja que lhe agrade no Delirium Café

Janneke Pis
 23:32 – 23:45

Madou
Impasse de la Fidélité 4

Mesmo ao lado do famoso café das cervejas, na mesma rua – que é um beco sem saída – vai encontrar aprisionada a estátua da jovem que representa a irmã de Manneken Pis. A Janneken Pis está muito apagada, literalmente. Para além de estar atrás de grades falta-lhe luz e se não estiver de olhos bem abertos até pode nem conseguir encontrá-la.

A pequena Janneken Pis vive enclausurada mesmo em frente ao Delirium Cafe

Dia 2

Atomium 
 10:00 – 12:00

Heizel
Square de l’Atomium
adultos: €15 |idosos: €13 |adolescentes: €8 | crianças e pessoas com mobilidade reduzida: gratuito | estudantes: 8€
 todos os dias: 10:00 às 18:00 (bilheteira fecha às 17:30)

Compre o seu bilhete no site do Atomium. É mais práctico e evita filas de espera.

 Existem bilhetes combinados entre o Atomium e o Museu ADAM que vão deixar mais baratas as visitas.

aceda ao site

O Atomium foi construído para a Expo 58 e devia ter sido desmontado no final do evento, no entanto o seu sucesso foi tão grande que acabou por se manter até aos dias de hoje.

O Atomium fica longe do centro de Bruxelas, vai precisar de chegar lá usando transportes públicos

Com  cerca de 102 metros de altura e 9 esferas de 18 metros de diâmetro representa uma molécula de ferro construída à escala, aumentada 165 mil milhões de vezes!

Mas o Atomium transporta uma simbólica coincidência. As nove esferas também representam cada uma das províncias belgas existentes na época, uma época em que o ferro era muito importante para a Bélgica e, veio a verificar-se mais tarde, muito importante para a fundação da União Europeia.

A vista panorâmica sobre a cidade (se não tiver o azar de encontrar um dia carregado de nuvens!), o restaurante e as exposições são o recheio de um monumento que vale a pena visitar.

Andar de transportes públicos nem sempre vai ser necessário em Bruxelas, mas tem ao seu dispor um cartão que lhe permite fazer as viagens que quiser em 24 horas e que custa €12,50. Cada viagem simples custa apenas €2,10, ou seja, a compra do bilhete diário só vai compensar se fizer mais do que seis viagens nesse dia.

Vista a partir do interior do Atomium

Museu do Design de Bruxelas
 12:00 – 13:00

M Heizel
Place de Belgique
adultos: €10 | crianças: gratuito | estudantes: €8 | idosos: €8
 todos os dias: 10:00 às 18:00 (bilheteira fecha às 17:30)

 Existem bilhetes combinados entre o Atomium e o Museu ADAM que vão deixar mais baratas as visitas.

aceda ao site

O Museu do Design de Bruxelas está estrategicamente posicionado entre a estação de metro e o Atomium por isso faça render a viagem e visite-o.

Neste museu vai poder observar objetos de mobiliário (cadeiras, mesas, candeeiros, poltronas, rádios, etc) de várias décadas e vai conseguir perceber a evolução do design.

Aqui vai encontrar objetos que são verdadeiros clássicos que nunca saem de moda e, em sentido oposto, vai encontrar verdadeiros fails do design. Mas de uma coisa pode estar seguro: não vai sair daqui sem vontade de levar uma peça para casa.

 

Parque do Cinquentenário
 13:30 – 14:00

Merode
Parc du Cinquantenaire
gratuito
 Aberto 24h

aceda ao site

O Parque do Cinquentenário é um dos mais famosos jardins de Bruxelas com cerca de 30 hectares preenchidos com lagos e espaços relaxantes para fazer uma caminhada ou até um piquenique Mas o protagonista é o Arco do Triunfo que domina o todo o jardim.

O Arco do Triunfo foi erguido em 1905 por Gédéon Bordiau, substituindo uma versão temporária anterior. A estrutura foi construída em ferro, vidro e pedra e representa o pujante desempenho económico e industrial da Bélgica.

O Arco do Triunfo, no Parque do Cinquentenário, é um dos postais de Bruxelas
Se o tempo ajudar pode aproveitar a visita ao Parque do Cinquentenário para fazer um piquenique.

Frit Flagey
 14:00 – 15:00

Germoir
Place Eugène Flagey, 1050
a partir de €2,50
terça a domingo: 11:00 às 00:00 | sexta e sábado: 11:00 às 2:00 | segunda: Encerrado 

As batatas fritas são uma especialidade Belga sendo as da Frit Flagey as melhores, de acordo os belgas. Qualquer quiosque em Bruxelas serve esta iguaria e não lhe faltam opções para comer. Pode escolher diferentes sabores para acompanhar, mas melhor opção é a maionese.

E a origem das batatas fritas, sabe qual é? Reza a lenda que os camponeses belgas faziam uma dieta à base de peixinhos fritos que escacearam num rigoroso inverno em que os rios congelaram. Qual foi a solução encontrada? Cortar batatas em formas semelhantes aos peixes e fritar!

Um dos icons de Bruxelas, as batatas fritas

Palácio Real de Bruxelas
 15:00 – 15:40

M Parc
Rue Brederode 16
gratuito
terça a sábado: 10:30 às 15:45 | domingo e segunda: encerrado

O palácio só esta aberto ao público de 21 de Julho até ao início de Setembro.

aceda ao site

Na colina Coudenberg encontra-se o Palácio Real de Bruxelas que foi até 1813 a residência oficial da família real Belga. Hoje é o Palácio de Laeken, nos arredores de Bruxelas, quem assume essas funções.

A estrutura original remonta aos fins do século XVII quando a Bélgica e a Holanda eram governados pelo mesmo rei. Hoje é o local dos escritórios dos reis, alguns ministérios, salas de reuniões oficiais e salas para os chefes de estado convidados. Quando está aberto ao público só algumas salas são abertas.

Museu Magritte
 16:00 – 18:00

M Parc ou Gare Centrale
Rue de la Régence 3
adultos: €8 | idosos: €6 | jovens até 25 anos: €2 | crianças: gratuito
 terça a sexta: 10:00 às 17:00 | sábado e domingo: 11:00 às 18 | segunda: encerrado

aceda ao site

O Magritte Museum acolhe as obras do artista surrealista conhecido entre muitas das suas obras pelos chapéus, guarda-chuvas, pelos cachimbos e maçãs. É neste museu, situado na Place Royale, que vai poder encontrar  250 obras do artista belga do século XX.

Uma das mais conhecidas obras de Magritte

Se tiver oportunidade visite também os Museus Reais de Belas Artes da Bélgica (que fica no mesmo edifício que o Museu Magritte) e a casa onde viveu o conhecido pintor.

Nos meses de inverno os museus têm horários mais reduzidos. Tenha atenção.

 

Como viajar até Bruxelas?

 Ryanair
a partir de €50 (ida e volta)
Reservar no Ryanair.com

A partir de Lisboa e do Porto a Ryanair voa para os dois aeroportos de Bruxelas (Zaventem e Charleroi) diariamente, no entanto aplicam-se restrições de bagagem. O preço apenas inclui uma mala de cabine com medidas limitadas.

TAP
a partir de €62 (ida e volta)
Reservar no Flytap.pt

A TAP voa para o principal aeroporto de Bruxelas a partir de Lisboa e Porto diariamente. Os preços base da companhia incluem refeição a bordo, mas a bagagem de porão deve ser paga separadamente.

Brussels Airlines
a partir de €77 (ida e volta)
Reservar no Brusselsairlines.com

A Brussels Airlines voa para o principal aeroporto de Bruxelas a partir de Lisboa todos os dias. O valor base da viagem apenas inclui uma mala de cabine de 12kg.

Onde dormir em Bruxelas?

 Hotel Le Plaza Brussels  .
Rogier
 Boulevard Adolphe Max 118-126
a partir de €184/pessoa (noite)
 8,4 (Óptimo no Booking.com)
Reservar no Booking.com

 Yadoya Hote  .
Yser
 Boulevard d Anvers
a partir de €93,60/pessoa (noite)
 8,9 (Fabuloso no Booking.com)
Reservar no Booking.com

 Sleep Well Youth Hostel 
M Rogier
 Rue du Damier 23
a partir de €51/pessoa (noite)
 8,3(Óptimo no Booking.com)
Reservar no Booking.com

Se viajar para Bruxelas durante um fim de semana gasta cerca de €200 por pessoa

Encontrou algum erro ou informação desatualizada? Sugira uma correção à autora: claudiapaiva@w360.pt