publicidade

Estes são os recuerdos ideais para trazer da Rússia aos seus amigos e familiares

claudia-paivatexto e fotos Cláudia Paiva
claudiapaiva@w360.pt

Diogo Pereiratexto Diogo Pereira
diogopereira@w360.pt

Moscovo, Rússia

Para além dos museus e monumentos, os símbolos de uma cidade também ajudam muito a interiorizar uma cultura e a perceber o seu povo. E é natural chegar de uma viagem e ouvir uma mítica frase: “onde está o meu presente?”.

A pensar nos amigos, tios, primos, mães, pais, avós e avôs fizemos uma lista de alguns icons russos que o vão deixar bem visto quando chegar e, no fundo, vão ajudar a prolongar esta viagem.

publicidade

Matrioskas

As Matrioskas, claro, são uma daquelas recordações que qualquer um dos seus amigos ou familiares vão adorar. Se nos permite a sugestão, é um presente ideal para oferecer à sua mãe ou avó, uma vez que Matrioska é o diminutivo de Matriona, um nome próprio de mulher muito usado na Rússia do final do século XIX e associado às mães. Ao abrir a boneca maior vai encontrar outra e depois outra e depois outra até não haver espaço para mais nenhuma, uma alusão à maternidade. As crianças também vão adorar.

Gorro Ushanka

Só quando visitar a Rússia é que vai perceber o verdadeiro significado da expressão “está um calor soviético” e quando perceber exatamente a que se refere vai precisar de um gorro Ushanka para se proteger. Há-os de todas as cores sendo os mais carismáticos aqueles que envergam a foice e o martelo tipicamente comunistas. Eram muito usados pelos militares, mas acabaram por se generalizar. Compre um para si, proteja-se do frio e quando regressar ofereça-o a um amigo, nós não contamos a ninguém.

Ovos Fabergé

Seria perfeito conseguir ter um verdadeiro Ovo Fabergé, mas não só não são muito baratos como não estão à venda. Aquilo que pode conseguir é levar uma réplica para casa, muitas delas também bastante valiosas e muito bonitas. Mas que relíquias são estas? Os verdadeiros foram desenhados pelo joalheiro russo Peter Carl Fabergé e, alguns deles, podem ser vistos no Museu do Arsenal, no Kremlin. Feitos em esmalte, metais e pedras preciosas eram prendas frequentes entre a corte imperial nos finais de século XIX e inícios do século XX.

Lenços Pavloposadskie

Este é um presente ideal para dar à mais vaidosa das suas amigas. Os Lenços Pavloposadskie fazem parte dos vestuários mais tradicionais da Rússia e os verdadeiros são produzidos à mão na pequena cidade de Pavlovsky Posad, nas imediações de Moscovo. Mais um recuerdo que não fica muito em conta, mas é garantidamente um dos símbolos mais vincados da tradição russa.

Jóias de Ambar

Há quem diga que têm propriedades medicinais, não é garantido, mas mal não fazem de certeza e são muito bonitas. No fundo o Ambar é uma resina fossilizada com diferentes formas, cores e tamanhos. Vindas essencialmente do fundo do Mar Báltico e quase sem intervenção humana, fazem peças de joalharia muito apreciadas em todo o mundo.

Chocolates Russos

Sim, nós sabemos que esta não é a lista das recordações a trazer de Bruxelas, mas a Bélgica não tem o exclusivo do chocolate delicioso. Neste campo pode muito bem disputar os lugares do pódio com a Rússia onde também é delicioso. Não é caro e não desilude. Quem é que não gosta de chocolate?

Porcelanas de Gzhel

Gzhel é o nome da região perto de Moscovo onde se produzem estas peças de porcelana branca pintadas com motivos azuis. Todo o processo de fabricação é fascinante, uma vez que são as altas temperaturas a que são “cozidos” que dão às peças um azul quase elétrico e um branco impecável.

Pratos e bandejas de metal Zhostovo

Na verdade o mais importante não são os pratos ou as bandejas, mas os desenhos pintados à mão com um grande nível de precisão. Já não são muito usados no quotidiano das famílias russas, atualmente servem essencialmente para decoração.

Caixas de Laca

Este é um daqueles presentes que transporta em si a alma russa, o mistério. Estes pequenos cofres podem ter os mais variados fins, mas guardar jóias será um dos mais habituais. Aqui o destaque também vai diretamente para os desenhos feitos à mão que os decoram.

Deixámos de parte os porta-chaves e os imanes de frigorífico, mas achamos que é sempre um presente ideal. Até pode trazer a mais porque há sempre um amigo ou familiar que fica esquecido.

publicidade
 

Encontrou algum erro ou informação desatualizada? Sugira uma correção aos autores: claudiapaiva@w360.pt e diogopereira@w360.pt