publicidade

Este é o lugar com mais germes no aeroporto… e não podemos evitá-lo

texto Diogo Pereira
diogopereira@w360.pt

foto Pixabay

Estudo foi desenvolvido no Aeroporto de Helsínquia

publicidade

De acordo com um estudo recente desenvolvido pela Universidade de Nottingham, no Reino Unido, e o Instituto de Saúde e Bem-Estar da Finlândia, as bandejas do sistema de segurança são os lugares com maior concentração de germes em todo o aeroporto.

As conclusões da pesquisa foram apuradas depois de uma investigação levada a cabo no aeroporto de Helsínquia-Vantaa onde se descobriu que para além das bandejas, há outros lugares de evitar. As caixas registadoras das lojas, nos corrimões, nos balcões de verificação de passaportes e nas áreas de lazer para crianças são algumas delas.

“As pessoas podem ajudar a minimizar os contágio por bactérias lavando cuidadosa e frequentemente as mãos, e tapar a boca em casos de tosse, disse Jonathan Van Tam, o professor universitário responsável pelo estudo. “Estas precauções simples podem ajudar a prevenir contágios e são mais importantes em áreas populosas, como aeroportos que têm um grande volume de passageiros provenientes de várias partes do mundo”, conclui.

cropped-W_MINIATURA.pngEstes 10 esquemas estão a ser usados para assaltar passageiros nos aeroportos

publicidade

Encontrou algum erro ou informação desatualizada? Sugira uma correção ao autor: diogopereira@w360.pt