Sobre Nós

Em 2011 ainda não sabia que cinco anos depois nasceria o W360.PT, mas aquele dia de agosto foi crucial para hoje estarmos aqui.

Tudo aconteceu a uns sete mil quilómetros de Portugal, no Brasil. Estava a terminar uma missão humanitária no estado do Maranhão quando um assalto ao carro onde havia deixado as malas me deixa completamente devastada. Não houve agressões, mas ainda hoje sinto a dor de ter perdido mais de três anos de fotografias que tinha guardadas numa pen (sim, a pergunta é: para quê levar uma pen com fotografias para o Brasil, mas sim, foi o que eu fiz inconscientemente) e o diário onde estavam todas as vivências, as minhas e as das pessoas com quem me cruzei.

Perdi o passaporte e o voo. Tive que ficar por lá mais uma semana. Uma semana em que nem as deslumbrantes praias e a inigualável luz brasileira conseguiram fazer-me esquecer do pedaço de mim que ficou para trás. Tinha a noção de que não ia recupera-lo nunca.

O trauma de perder toda a minha informação só mais tarde viu na minha formação académica a hipótese de não ter que voltar a deparar-me com uma situação daquelas. Sou arquivista e bibliotecária e passei a apostar cada vez mais nas redundâncias e em formas muito originais de guardar as minhas fotos e as minhas memórias. E como se diz por aí que uma vez na internet, para sempre no mundo inteiro, resolvi lançar um blog que para além de cumprir o objetivo de eternizar (eternizar é muito tempo!) as minhas viagens, também serviria para partilhar com o mundo aquilo que mais gosto de fazer, viajar.

Em 2016 desafiei o Diogo a juntar-se a mim e criámos o W360.PT um site que quer ser de viagens, de atualidade internacional e do mundo em geral.

Mas este não é um site só nosso, é um site de todos os nossos amigos e de todos aqueles que se quiserem juntar a nós. A propósito, como foi a tua última viagem, queres partilhar connosco?