Notícias

texto Diogo Pereira
diogopereira@w360.pt

foto Mike Vadala

Vídeo foi gravado no aeroporto de Nova Orleães.

publicidade

Quando há um atraso de um voo não é muito habitual que os passageiros fiquem felizes, o normal é exatamente o contrário. Mas em Nova Orleães aconteceu o contrário: um passageiro, cuja identidade não foi revelada, que aguardava pelo embarque num voo que estava atrasado, decidiu pegar no intercomunicador da porta de embarque e alegrar o dia de todos aqueles que já teriam o dia estragado.

No vídeo é possível ver o passageiro a cantar e todos os outros passageiros que também aguardavam o embarque e a própria tripulação a desfrutar do momento.

publicidade

publicidade

publicidade

Encontrou algum erro ou informação desatualizada? Sugira uma correção ao autor: diogopereira@w360.pt
Notícias

Diogo Pereiratexto foto Diogo Pereira
diogopereira@w360.pt

A low cost irlandesa continua a dar cartas na invicta 


De acordo com dados do Aeroporto do Porto, a que a PressTur teve acesso, a Ryanair é a companhia aérea que mais ganha quota de mercado naquele aeroporto. A companhia irlandesa de baixo custo fica à frente da TAP, EasyJet e a Transavia France.

Precisamente em agosto, período a que se referem os dados, o Aeroporto Francisco Sá Carneiro atingiu, pela primeira vez, a marca de um milhão de passageiros transportados em apenas um mês. A irlandesa Ryanair foi responsável pelo transporte de 34,8% de todos esses passageiros, mais 0,6% que em igual período do ano passado.

A completar o pódio das companhias aéreas que mais cresceram no aeroporto da invicta surgem a TAP, em segundo lugar, e a Easyjet, em terceiro.


Encontrou algum erro ou informação desatualizada? Sugira uma correção ao autor: diogopereira@w360.pt
Notícias

Diogo Pereiratexto Diogo Pereira
diogopereira@w360.pt

foto Politikaner

A autoridade de segurança aérea dos Estados Unidos aprovou a nova tecnologia que deve começar a ser implementada brevemente.

Um novo scanner foi aprovado pela Administração para a Segurança dos Transportes (Transportation Security Administration) norte-americana. A nova máquina deve começar a ser usada brevemente nos aeroportos dos Estados Unidos e vai permitir que os passageiros mantenham computadores, tablets e líquidos nas malas, deixando assim de ser obrigatório retira-los para serem fiscalizados separadamente, segundo notícia do The Telegraph.

A nova máquina foi desenvolvida pela Analogic, com sede em Boston, e tem como principal objetivo tornar o processo de segurança nos aeroportos mais rápido e confortável para os passageiros.

Apresentada pela primeira vez no Aeroporto Internacional de Phoenix, a nova tecnologia que utiliza imagens em 3D foi agora aprovada pela autoridade máxima de regulação do setor da aviação e deve começar a ser implementada em breve.

Encontrou algum erro ou informação desatualizada? Sugira uma correção ao autor: diogopereira@w360.pt