Notícias

Diogo Pereiratexto e foto Diogo Pereira
diogopereira@w360.pt

A companhia irlandesa vai começar a renovar a sua frota o que lhe permitirá poupanças significativas.

 

A Ryanair deve começar a receber os novos Boing 737 MAX em 2019 que, de acordo com a companhia, vão permitir efetuar poupanças no consumo de combustível e introduzir mais oito lugares no avião. Estas novas características vão permitir que “as poupanças sejam transferidas para os clientes através de tarifas mais baixas”, garantiu um responsável da Ryanair ao The Telegraph Travel.

Os novos aviões, da família 737, vão substituir os atuais 737 NG que a companhia opera e vão trazer uma poupança de combustível na ordem dos 16%.

De acordo com informações da companhia low cost, para além das reduções de custos com o combustível estes novos aviões permitirão aumentar o número de passageiros em 4%. No entanto as novas aeronaves não trazem modificações ao nível das dimensões, por isso é previsível que o conforto seja afetado, mas a Ryanair garante que não: “Estas novas aeronaves terão a mesma fuselagem que a nossa aeronave atual, mas terão reconfiguradas as casas de banho, as galeras e os assentos serão mais finos, permitindo mais espaço para adicionar oito lugares adicionais”, disse um porta-voz da companhia aérea. “A aeronave oferecerá mais espaço para as pernas do que a classe económica da British Airways ou Lufthansa economia”, rematou.

Quanto às bagagens a Ryanair até admite poder vir a permitir mais malas de mão aos seus passageiros, mas neste campo as novas aeronaves mantém as características das atuais que apenas permitem 90 volumes de tamanho padrão nas bagageiras. Tudo o que for para além disto terá que ser despachado para o porão.

A aquisição destas novas aeronaves volta a levantar uma questão com barbas: poderá a Ryanair começar a explorar rotas mais distantes? A companhia distancia-se afirmando que está focada na operação europeia, mas as novas aeronaves vão permitir fazer voos para a costa leste dos EUA. É desta que a Ryanair vai atravessar o Atlântico?

Encontrou algum erro ou informação desatualizada? Sugira uma correção ao autor: diogopereira@w360.pt
Notícias

Diogo Pereiratexto e foto Diogo Pereira
diogopereira@w360.pt

São vários os destinos que a transportadora irlandesa apresenta a partir de €9,99

A Ryanair acaba de disponibilizar 250 mil lugares em voos para destinos europeus com preços a começarem nos €9,99. A campanha que começa hoje, 11 de julho, termina no próximo dia 14 e diz respeito a viagens nos meses de outubro e novembro.

Os destinos com preços a começarem nos €9,99 incluem destinos como Paris, Luxemburgo ou Ponta Delgada, a partir de Lisboa. Birmingham, Frankfurt ou Bruxelas, a partir do Porto e Bristol Newscastle ou Londres a partir de Faro

Para ver todos os destinos desta campanha aceda aqui.

Encontrou algum erro ou informação desatualizada? Sugira uma correção ao autor: diogopereira@w360.pt
Notícias

Diogo Pereiratexto e foto Diogo Pereira
diogopereira@w360.pt

A Ryanair está a receber críticas de passageiros que ficaram em lugares distantes dentro do avião por não terem comprado os lugares no momento do check-in.

Desde há três anos que a Ryanair introduziu a marcação de lugares nos seus voos, até aí os passageiros escolhiam os assentos aleatoriamente à medida que iam entrando no avião. Com a introdução deste novo mecanismo os passageiros passaram a ser convidados a pagar uma taxa extra para garantirem que ficavam sentados com os “amigos e família”. Mesmo sem pagarem esta taxa, a maioria das pessoas que viajavam em grupo acabavam por ficar sentadas em lugares ao lado uns dos outros, mas a avaliar pelas criticas que a companhia tem recebido nas redes sociais, parece que alguma coisa mudou.

Talvez já não se lembre, mas há uns anos ficar sentado ao lado dos seus companheiros de viagens num voo da Ryanair era uma verdadeira dor de cabeça. A companhia não tinha lugares marcados e a opção mais segura para garantir os seus lugares junto dos seus familiares ou amigos era ficar plantado em frente à porta de embarque à espera que o processo se iniciasse. Desta forma garantia que um dos seus amigos ou familiares não ficariam sentados várias filas atrás ou à sua frente.

Desde 2014 que a companhia irlandesa abandonou esta estratégia e passou a atribuir lugares aos passageiros no momento do check-in. “Facilitar o processo de embarque e permitir que famílias e grupos possam agora sentar-se juntos durante o voo”, foi a justificação que a Ryanair deu, na altura, em comunicado. Mas, e há sempre um mas nestas coisas, com a introdução dos lugares marcados surgiu também a possibilidade de a companhia vender mais um serviço, o da venda de lugares.

Desde este momento, quando um passageiro faz uma reserva no site da Ryanair é convidado a comprar um lugar para se sentar “com os seus amigos e família” (imagem). No entanto o site não esclarece o que pode acontecer ao passageiro no caso de não adquirir este serviço de reserva, a ideia que fica é que os lugares serão escolhidos de forma aleatória, plantando cada passageiro em filas diferentes do avião.

Na realidade nunca houve muitas reclamações relacionadas com passageiros que ficam em lugares muito distantes dos seus companheiros de viagem, mas nas últimas semanas as queixas começaram a surgir nas redes sociais.

No Twitter são muitos os passageiros que se têm queixado de serem colocados em assentos distantes dos seus companheiros de viagens. Um dos passageiros ironiza dizendo que a avaliar pelos lugares que a companhia escolheu para o sentar e à esposa, só podem ter existido problemas informáticos, aludindo ao recente problema com a British Airways. Num outro caso um passageiro diz que ficou longe do seu companheiro de viagem e que a Ryanair lhe pediu £25 para os sentar em lugar próximos.

Em resposta enviada ao The Telegraph a transportadora aérea irlandesa negou a acusação de sentar os passageiros deliberadamente afastados para os obrigar a pagarem as taxas extraordinárias de escolha de lugar no momento do check-in. A Ryanair justifica que este regime está implementado desde 2014 e que não sofreu alterações desde essa data, no entanto apresenta as taxas de ocupação de cerca de 95% dos voos como possível justificação para as dispersões de passageiros.

 

Encontrou algum erro ou informação desatualizada? Sugira uma correção ao autor: diogopereira@w360.pt
Dicas

claudia-paivatexto Cláudia Paiva
claudiapaiva@w360.pt

ilustrações Ana Paiva

Fazer uma mala de viagem parece uma tarefa simples e rápida, mas para muitos torna-se uma verdadeira dor de cabeça. Podemos organizar vários tipos de malas (para ir à praia, para ir visitar uma cidade ou apenas para passar um fim-de-semana). Estas são dicas que não pode esquecer.

O necessaire não pode faltar. Embalagens pequenas de champô, amaciador, sabão, um pente, elásticos, travessões, escova de dentes, pasta de dentes, creme de mãos, desodorizante e cotonetes. Uma boa ideia é ter sempre um necessaire organizado, desta forma não se esquece de nada se tiver de fazer uma viagem de repetente.

Ah, e aquelas amostras que recebe quando vai às compras ou que vêm nas revistas, experimenta-as logo? Aproveite para as guardar e usar numa viagem.

Uma caixa de costura com linha, agulha, botões e alfinetes pode ser mais útil do que pensa. Não se esqueça que os acidentes acontecem e aquela saia ou camisa que quer usar podem perder um botão ou sofrer um rasgão.

Carteira de mão: não se pode esquecer dos óculos de sol, lenços de papel, caneta, caderno, documentos pessoais, máquina fotográfica, telemóvel, cadeado e dinheiro.

Power Bank: Já não sabemos viver sem tecnologia. Temos smartphones, tablets, máquinas fotográficas e todos estes consomem bateria, muita bateria e para não ter nenhum contratempo leve consigo um power bank. Vai permitir que carregue os seus gadjets sem ter de se deslocar para perto de uma tomada.

Caixa de primeiros socorros: ninguém quer ficar doente numa viagem, muito menos ter problemas inesperados. Por isso vá prevenido e leve consigo uma pequena caixa com pensos rápidos, comprimidos contra alergias, dores de cabeça, febre e diarreia. Se fôr para um destino de praia não se esqueça do protetor solar, pomada para picadas de mosquitos e queimaduras.

Almofada de descanso: sofre sempre nas viagens porque não consegue dormir? Leve consigo uma almofada de enchimento na mala de mão.

Etiqueta As malas são todas etiquetadas no momento em que faz o check-in, mas não se esqueça que as etiquetas têm todas a mesma aparência e pode haver outro, ou outros, passageiros com uma mala igual à sua. Uma etiqueta bem indiscreta e facilmente distinguível pode ser a prevenção necessária para que um desconhecido não leve a sua mala.

Leve um saco desdobrável, pode dar jeito para ir ao supermercado ou colocar a roupa suja.

Pense no destino e naquilo que realmente vai usar, seja pratico!

Produtos de Higiene: leve embalagens pequenas com etiquetas do que contêm. Para ter a certeza de que não se vão abrir durante a viagem e sujar toda a roupa, experimente envolve-las em película aderente.

E não se esqueça que não pode transportar embalagens com mais de 100ml, mesmo que já estejam abertas e o conteúdo seja inferior a este valor: aquilo que conta é o tamanho da embalagem. Se tentar embarcar com produtos acima destes tamanhos o mais certo é ficar sem eles, mesmo que sejam aqueles perfumes que lhe custaram os olhos da cara.

Bijutaria: conhece aqueles dispensadores de medicamentos? utilize-os para guardar os seus anéis e brincos.

Calçado: Uma boa ideia é usar as tocas de banho dos hotéis para arrumar os sapatos e não sujar a sua mala. E não se esqueça que dentro dos sapatos pode haver muito espaço livre. Utilize-o para guardar meias, collants ou até cintos. Assim, além de poupar espaço, sabe que o sapato não vai ficar desformado.

Faça rolinhos para ter mais espaço na mala. Para ter a certeza de que aquela prenda que quer trazer para os seus amigos vai caber na mala no final da viagem, leva a roupa dobrada e quando estiver a fazer para voltar enrole-a.

Toalha: os hotéis têm por hábito fornecer toalhas aos seus hóspedes, mas em tempos de low costs pode optar por uma tarifa mais baixa num hostel e não ter direito a toalha. Leve uma de microfibra. Seca rápido e quase não ocupa espaço na mala.

Encontrou algum erro ou informação desatualizada? Sugira uma correção à autora: claudiapaiva@w360.pt
Dicas

claudia-paivatexto e fotos Cláudia Paiva
claudiapaiva@w360.pt

Estás cansado de não conseguir juntar dinheiro para viajar e de não saber o que fazer para conseguir o dinheiro que precisas para aquela viagem que tanto queres fazer? Este é o artigo que precisas de ler! São dez dicas especiais para ti.

Vende o que já não usas Desde roupa, calçado, brinquedos, livros, máquinas, carteiras, etc. Para venderes tens várias plataformas disponíveis online como o Ebay, Olx, CustoJusto, Segunda-mão-net. Se colocares uma boa foto e um preço justo vais conseguir vender com mais facilidade.

O artesanato é a tua praia? Vende online Se tens jeito para fazer artesanato, pintar, tricotar, costurar a plataforma Etsy é ideal para divulgar o resultado do teu ofício. A plataforma tem um custo associado de comissões de venda e taxas de pagamento. Contudo tens a garantia de segurança nas transações efetuadas e um maior alcance, uma vez que se trata de um site internacional.

Faz uma poupança Estipula uma meta que queiras atingir e coloca todos os meses dinheiro de parte. Para te ajudar coloca um mealheiro num sítio próximo de ti e deposita todos os meses o mesmo valor. Coloca um lembrete no telemóvel para não te esqueceres de fazer a poupança todos os meses.

Vende cosméticos Se és daquelas pessoas que gasta imenso dinheiro com produtos de beleza, faz dinheiro a vender cosméticos. Existem várias marcas que vendem produtos por catálogo (Yves Rocher, Avon, Oriflame, etc…). Se te associares ganhas uma comissão pelas tuas vendas. Desta forma, além de ganhares algum dinheiro ainda poupas nos teus próprios produtos.

Aprimora a arte de fotografar Se gostas de fotografia e tens jeito, inscreve-te em concursos de fotografias. Existem vários ao longo do ano, só tens de ficar atento. É uma forma de conhecerem o teu trabalho e podes receber algum dinheiro com isso.

Passeia animais Gostas de animais? Já pensaste em passear animais e receber um dinheiro extra com isso? Podes levar o cão do teu vizinho, ir ao veterinário ou simplesmente tratar dele. Coloca um anúncio e aproveita as férias que se aproximam.

Faz trabalhos pontuais Inscreve-te no Portal da Juventude e aproveita as bolsas de voluntariado disponíveis. Se tiveres entre 18 e 30 anos esta oportunidade é ideal para ti, o IPDJ garante aos jovens participantes nos projetos uma bolsa diária no montante de 10€, um seguro de acidentes pessoal, equipamento e um certificado de participação. 

Sê nadador-salvador Se gostas de praia e não queres perder as férias grandes, tira um curso de nadador-salvador e passa o verão a trabalhar na praia.

Faz um estágio de verão remunerado Se estás na faculdade e queres ganhar alguma experiência profissional, faz um estágio de verão remunerado na tua área.

Sê Cliente Mistério Aproveita os tempos livres para ser Cliente Mistério. Só precisas de ter uma imagem cuidada, ser responsável, comunicativo, com disponibilidade de horário, ser discreto e ter uma boa capacidade de observação. Terás ainda de fazer uma formação e se ficares apto poderás começar avaliar vários serviços como lojas, empresas ou restaurantes.

 

Encontrou algum erro ou informação desatualizada? Sugira uma correção à autora: claudiapaiva@w360.pt
Dicas

claudia-paivatexto e fotos Cláudia Paiva
claudiapaiva@w360.pt

Na hora de viajar há vários aspetos a ter em conta. Qual é a melhor altura? Como posso fazer para poupar algum dinheiro? Estas são só algumas perguntas que colocará quando estiver a organizar a sua próxima viagem e estas são algumas das sugestões para não perder a cabeça.

Cinco formas de poupar dinheiro nas suas viagens

Aproveitar os programas de milhas para conseguir viagens de avião gratuitas É possível poupar com os cartões de milhas, mas não se iluda eles também foram feitos para quem é consumidor. Mas como somos todos consumidores, fique atento e saiba que pode acumular milhas ao fazer compras no supermercado, abrir contas bancárias, assinar jornais e revistas e até em restaurantes e hotéis.

Cinco formas de poupar dinheiro nas suas viagens

Preparar refeições em casa Na hora de escolher o alojamento fique num apartamento com cozinha, uma guest house ou até um hostel. Assim, durante a viagem, vai poder fazer algumas refeições em casa e poupar dinheiro, É simples e vai logo economizar uns bons euros. 

Escolher a época baixa para viajar Parece tarefa simples, mas na hora de agendar a sua viagem escolha as épocas baixas. Estou a falar dos meses entre janeiro e abril e de outubro a novembro. Além da vantagem de fugir aos movimentos de férias que congestionam os museus e monumentos, vai poder usufruir de vários descontos.

Fazer listas Faça lista de despesas, lista de compras, lista de sítios a visitar, lista com os valores das atrações… listas para tudo. Coloque tudo escrito para saber quanto vai gastar e quanto pode gastar e saber exactamente quando chegar ao limite do valor que estipulou para a viagem.

Poupar na hora de comprar a passagem de avião Sempre que fizer uma pesquisa de viagem, faça-o como utilizador anónimo. Muitas companhias áreas alteram os preços de voo consoante o número de visualizações/cliques que a viagem estiver a ter. Para além disto ainda evita que estejam sempre a aparecer anúncios ao destino escolhido nas suas redes sociais.

Cinco formas de poupar dinheiro nas suas viagens

 Encontrou algum erro ou informação desatualizada? Sugira uma correção à autora: claudiapaiva@w360.pt