AviaçãoEstas companhias aéreas nunca tiveram um único acidente

Estas companhias aéreas nunca tiveram um único acidente

PUB

Viajar de avião é cada vez mais seguro e para prova-lo foram apresentados dados que comprovam que 2017 foi o ano mais seguro da aviação de sempre. No ano passado não houve acidentes graves a reportar com as principais companhias aéreas de transporte de passageiros e a tendência é para melhorar.

Se acreditarmos que tudo tem um lado positivo podemos olhar para os graves acidentes que marcaram a história da aviação como aprendizagens para o futuro. Na aviação quando alguém morre não morre em vão e é raro um acidente não ser escrutinado à exaustão, com mecanismos independentes que ajudam a tomar medidas para prevenir eventos graves futuros.

Mas se a aviação é segura na sua generalidade, há particularidades que fazem algumas companhias aéreas serem mais seguras que outras. O registo de acidentes graves é uma dessas particularidades e o The Telegraph alinhou algumas das companhias aéreas que nunca – ou quase nunca – foram responsáveis por mortes.

Para elaborar este ranking o jornal britânico teve em conta a era do avião a jato e começou a contabilizar os acidentes a partir da década de 50. Este foi o resultado:

Qantas

fundada em 1921

A Qantas é uma das mais antigas companhias aéreas do mundo e os seus 5 acidentes fatais ocorreram todos antes de 1951. Quatro durante a Segunda Guerra Mundial.

PUB

Hawaiian Airlines

fundada em 1929

De acordo com o Telegraph esta será a mais segura companhia aérea do mundo, nunca tendo perdido a vida de nenhum dos seus passageiros, mesmo antes da era dos jatos. É também uma das mais antigas e apenas teve dois incidentes graves, em 1993 e 2003. Em nenhum dos casos houve vítimas a registar.

Easyjet

fundada em 1995

De facto a Easyjet é uma empresa jovem, mas isso não é impedimento para ser destacada como uma das mais seguras, uma vez que não há sequer registos de incidentes graves com nenhum dos seus aviões.

CC – Curimedia

Ryanair

fundada em 1985

Já de certeza ouviu muitas histórias relacionadas com más práticas da companhia de baixo custo irlandesa. A realidade? A realidade é que a Ryanair tem provado ao longo da sua história que lowcost não é sinónimo de falta de segurança. Para se encontrar um incidente na sua história é preciso recuar a 2008 quando um dos seus aparelhos embateu contra um bando, causando ferimentos ligeiros a alguns passageiros e tripulantes.

Diogo Pereira

Virgin Atlantic, Australia e América

fundadas em 1984, 2000 e 2007

A Virgin é uma marca que espelha segurança. E se na Atlantic as coisas corriam bem, porque não estender a tática com a criação de sucursais? Foi assim que se fez e é assim que conseguem ter a Virgin Atlantic e a Virgin Australia no top 10 das companhias mais seguras do mundo. Assim como? Não tendo acidentes graves a registar!

Emirates

fundada em 1985

A companhia aérea do Dubai teve apenas um acidente com um vítima mortal, quando um Boeing 777 pegou fogo depois de uma aterragem abortada. No momento do incêndio a aeronave já estava evacuada e a vítima foi um bombeiro que se encontrava no solo.

CC

Ethiad

fundada em 2003

De acordo com o Telegraph a Ethiad conta apenas com um incidente na sua história, no entanto não houve mortes a registar. A ocorrência teve lugar no aeroporto de Toulouse, quando a aeronave estava em testes e embateu contra um grande muro de cimento.

Qatar Airways 

fundada em 2004

Mais uma companhia do Médio Oriente com um registo impecável. Apenas dois registos de incêndios, mas com as aeronaves em solo e sem passageiros.

CC

A Plane Crash Info tem a lista das 43 companhias aéreas que nunca tiveram um acidente grave:

  1. Air Berlin
  2. Air Europa
  3. AirTran Airways
  4. Allegiant Airways
  5. Cape Air
  6. Chautauqua Airlines
  7. CommutAir
  8. DragonAir
  9. Easyjet
  10. Emirates
  11. Era Alaska
  12. Expressjet Airlines
  13. Frontier Airlines
  14. GoJet Airlines
  15. Hainan Group
  16. Hawaiian Airlines
  17. Horizon Air
  18. Jazz air
  19. Jet airways
  20. JetBlue
  21. Jetstar
  22. Lion Airlines
  23. Mesa Airlines
  24. Olympic Airways
  25. Oman Airways
  26. Pinnacle Airlines
  27. Qatar Airways
  28. Republic Airlines
  29. Ryanair
  30. Shenzhen Airlines
  31. Shuttle America
  32. Southwest Airlines
  33. Spirit Airlines
  34. Swiss
  35. Trans State Airlines
  36. Transaero Airlines
  37. Ukraine International Airlines
  38. Vietnam Airlines
  39. Virgin Atlantic
  40. Virgin America
  41. Virgin Australia
  42. Vueling
  43. Westjet

A TAP não entra neste ranking. Embora a companhia de bandeira portuguesa tenha um registo invejável, há um acidente na sua história incontornável. Aconteceu em 1977 e tirou a vida a 131 dos 164 passageiros que seguiam a bordo do Boeing 727 que se despenhou na aproximação à pista do aeroporto da Madeira.

Recentemente a RTP lembrou este acontecimento trágico da aviação portuguesa numa reportagem que pode ser vista aqui:

Estas são as dez rotas mais longas do mundo:

Artigos Sugeridos

Sou licenciado em Jornalismo e estou a fazer o mestrado em Relações Internacionais. Quero aprender como gira o globo. Como se fazem e desfazem alianças. Como é que os líderes aprendem com a história. diogopereira@w360.pt