AviaçãoOs AviõesIgnorar o modo de voo no telemóvel pode fazer cair um avião?
ignorar o modo de voo no telemóvel pode fazer cair um avião

Ignorar o modo de voo no telemóvel pode fazer cair um avião?

PUB

Entrar num avião, procurar o lugar, guardar a mala na bagageira, sentar e apertar o sinto são as primeiras ações que qualquer passageiro executa nos primeiros minutos dentro do avião. Logo depois – e enquanto a maioria dos restantes passageiros faz exatamente a mesma coisa – tirar o telemóvel do bolso, responder a uma ou duas mensagens, talvez fazer um telefonema e um último scroll pelas redes sociais serve de entretenimento enquanto se espera pelo início da viagem. Ligar o modo de voo é uma das últimas tarefas, muitas vezes realizada já com a avião em táxi.

Este pode ser um comportamento padrão da maioria das pessoas que viaja de avião, mas não é difícil encontrar relatos de tripulantes de cabine que por várias vezes tiveram que pedir para que este modo de segurança fosse ativado. Mais difícil de encontrar são relatos de acidentes aéreos onde as interferências provocadas por um telemóvel tenham sido a causa.

No setor da aviação tudo é pensado com base na segurança, sendo que ou é claro que determinados procedimento ou ações não comprometem a vida de quem viaja, ou são proibidas.

É exatamente isso que acontece com os telemóveis: não está provado que possam dar origem a acidentes, mas também não está provado o contrário, por isso a ativação do modo de voo não só é obrigatória, como quem deliberadamente desrespeitar esta regra pode ser chamado a responder por pôr em causa a segurança aérea, um crime que em muitos países é punido com pena de prisão.

Na base desta proibição estão os telemóveis mais antigos, cujas tecnologias interferiam, de facto, com os sistemas de comunicações do cockpit. Não alteravam as informações recebidas pelos pilotos, mas eram muitas vezes responsáveis por interferências que tornavam difíceis as conversas tanto entre elementos da tripulação como entre pilotos e o controlo de tráfego aéreo.

PUB

Não sendo absolutamente impossível, na altitude a que os aviões comerciais voam não é expectável que um telemóvel consiga ligar-se à rede movel e é exatamente por isso que as interferências se verificam. Um telemóvel sem rede, é um telemóvel que está insistentemente à procura de rede, espalhando ondas eletromagnéticas de forma constante e desordenadas, que podem chegar aos rádios do avião e introduzir ruídos que dificultem as comunicações.

Ativar o modo de voo é uma tarefa que pode facilitar bastante a pilotagem do avião e não causa transtornos aos passageiros, uma vez que todos os serviços que não dependem da rede móvel ficam disponíveis, incluindo o acesso ao wi-fi. Há várias companhias que disponibilizam o acesso à internet durante o voo, e outras cujos sistemas de entretenimento de bordo também são disponibilizados através de uma aplicação que se instala no smartphone.

Artigos Sugeridos

Sou licenciado em Jornalismo e estou a fazer o mestrado em Relações Internacionais. Quero aprender como gira o globo. Como se fazem e desfazem alianças. Como é que os líderes aprendem com a história. diogopereira@w360.pt