Discurso DiretoDuas ou três dicas para descobrir pontos turísticos de Valência

Duas ou três dicas para descobrir pontos turísticos de Valência

PUB

Depois de Madrid e Barcelona, a terceira maior cidade no país de “nuestros hermanos”, com cerca de 800 mil habitantes (Instituto Nacional de Estatística – 2016), um clima ameno, uma temperatura média anual superior a 17 ºC , esta cidade junto ao Mediterrâneo vai-se assumindo como uma cidade interessante não só para uma escapadela de fim de semana mas também para umas férias mais tranquilas e sem a confusão das grandes capitais europeias, como Londres ou Paris.

E reparem tem os ingredientes certos para isso, desde museus, a jardins, a praia e a boa gastronomia.

Na minha curta visita de dois dias, optei por experimentar tudo (menos a praia, ainda que tivesse ficado com pena de não ter podido conhecer as praias de Malvarrosa) e acreditem, não podia ter ficado mais encantada com Valência.

O calor, a descontração na forma como comunicam estes valencianos seja no Mercat Central (mercado central da cidade) ou quando pedimos um “horchata” (bebida local à base de água, açúcar e tubérculos de junça) na rua; a somar com a beleza das pinturas dos quadros na Catedral de Valência e com a influência árabe na arquitetura na Ciutat Vella; a tranquilidade enquanto passeamos pelo Jardin del Turía, que vamos caminhado até chegar aquele que para mim é o ponto mais forte desta cidade e que nos transporta de imediato para cidades na outra ponta do Mundo, como Sydney ou Singapura.

 A “Ciudad de las Artes y las Ciencias um complexo arquitetónico, desenhado por Santiago Calatrava e Félix Candela, inaugurado em 2005, onde podemos encontrar o Hemifèric, o Museu de las Ciencias Principe Felipe, Umbracle, El Oceaonográfico, o Palacio de las Artes Reina Sofia a Puente de l’Assut d l’Or e o Ágora, é deslumbrante .

PUB

Para jantar recomendo o Café Ubik, onde podem encontrar desde saladas leves a bocados (sanduíche espanhola) e para um copo no final de uma noite de passeio, a Cocktelaria Café Pessoa tem óptimas sugestões de cocktails (sim é mesmo relacionado com o poeta português, Fernando Pessoa)

​E o que seria de uma ida a Espanha sem ter a possibilidade de conhecer um pouco mais sobre a arte de Joan Miró ou Picasso? A visita ao Institut València d’ArtModern é um “must” e lá é possível encontrar exposições de arte espanhola superinteressantes (eu tive sorte e encontrei uma de Miró que me deixou de boca aberta).

Mas como chegar até aqui? Fácil! A TAP Air Portugal oferece voos diários e diretos relativamente baratos e para pernoitarem, há uma oferta bastante generosa de hostels e hotéis para os mais variados gostos.

¡Que te diviertas!

Valência
Espanha
Valenciano e Espanhol
1 542 233 hab. (2014)
Euro (EUR)
GMT+1
 Europeia, 2 pinos
+34
112
Valência é uma cidade de verões longos e rigorosos (abril a novembro) com temperaturas que podem tocar os 40ºC com frequência. Os meses de inverno e outono são mais amenos, não descendo as temperaturas além dos 10ºC.
Artigos Sugeridos

Nasceu em Leiria, mas desde sempre sentiu que os seus horizontes seriam além-terras-do-Lis. A comunicação (uma “poliglota não-assumida”), a curiosidade por formas de “vi-ver” diferentes, aliadas à sua energia contagiante, tornam-na uma contadora de histórias nata. É também, apaixonada por todo tipo de projetos de voluntariado, porque acredita, mesmo, que pode “tornar o Mundo melhor”.