NotíciasAfinal, Livraria Lello não inspirou Harry Potter. É a autora que o revela
escadaria da Livraria Lello no Porto

Afinal, Livraria Lello não inspirou Harry Potter. É a autora que o revela

PUB

Se é verdade que J.K. Rowlling vivieu no Porto, também é verdade que nunca visitou a famosa Livraria Lello. É a própria que o assume no Twitter, depois de vários anos a acreditar-se que a escadaria vermelha tinha servido de inspiração aos livros do feiticeiro.

“Nunca visitei esta livraria no Porto. Não sabia que existia. É linda e gostava de a ter visitado, mas não tem nada a ver com Hogwarts”, escreveu a britânica, autora dos livros de Harry Potter, verdadeiros sucessos em todo o mundo.

A revelação vem na sequência de um primeiro tweet onde a escritora dá conta da intenção de criar uma secção no seu site sobre as “alegadas inspirações da história”.

Para além da Lello, Rowlling dá ainda como exemplo o café The Elephant House, em Edimburgo: “escrevi aqui, por isso vamos deixá-los em paz”, afirmou a autora.

A Lello é um dos locais no Porto associados à saga, organizando com frequência eventos associados à escritora e a Harry Potter.

PUB

Apesar de se saber agora que a livraria da invicta não inspirou a escadaria da escola de feitiçaria de Hogwarts, a verdade é que parta da história de Harry Potter foi mesmo escrita no Porto, no período em que a escritora viveu na cidade, entre 1992 e 1993.

Artigos Sugeridos