NotíciasAlterações de reserva gratuitas e mais 7 promessas da Ryanair para 2019
Avião da Ryanair no solo. Foto de Pixabay

Alterações de reserva gratuitas e mais 7 promessas da Ryanair para 2019

PUB

A Ryanair acaba de publicar uma carta de intenções que visa melhorar o serviço da companhia favorita dos europeus no ano de 2019. Ao longo de oito pontos a low cost mostra-se empenhada em agradar aos milhões de passageiros que a escolhem para voar, depois de seis anos a ser distinguida como a pior companhia aérea do Reino Unido pela revista Wich.

Em primeiro lugar há uma uma alteração há muito pedida pelos passageiros e que se prende com a possibilidade de fazer alterações na reserva. É frequente alguns passageiros cometerem erros quando escrevem os seus nomes nas reservas e, muitas vezes, só dão conta depois de os bilhetes estarem emitidos. Nestes casos não há solução, ou não havia. A partir de agora passa a ser possível fazer pequenas alterações nas reservas nas 48 horas seguintes à compra, sem custos acrescidos.

Um dos pontos mais destacados no comunicado que a companhia irlandesa fez nesta quinta feira não é novo e diz respeito à reafirmação e confiança que a empresa tem nos seus preços baixos. “Se encontrar um voo mais barato do que o que acabou de reservar na Ryanair, oferecemos a diferença e ainda oferecemos €5 em crédito na conta My Ryanair”. Não é uma novidade, mas é bom saber que se mantém.

Aviões da Ryanair estacionados no aeroporto. Foto de Paolo Margari Flickr
Low cost mostra-se empenhada em melhorar o seu serviço

5% é a percentagem que a Ryanair vai cortar nas tarifas dos seus voos sempre que a pontualidade não fôr superior a 90%. Na prática a companhia vai analisar a cada mês se as taxas de pontualidade dos seus voos foi acima dos 90% e, caso isso não se verifique vai fazer cair os preços em 5%. Mas esta regra tem uma excessão. Se os atrasos forem causados por greves ou falta de pessoal de controlo de tráfego aéreo, a companhia não se vai responsabilizar.

Oito promessas da Ryanair para 2019
1 Permissão de alterações de reservas sem custos
2 Devolver o dinheiro da passagem se o passageiro encontrar um voo mais barato
3 Ter uma pontualidade de 90%
4 Novos aviões com mais espaço para as pernas
5 Processar indemnizações em 10 dias
6 Apoio ao cliente 24 horas por dia
7 Novas funcionalidades online
8 Voos sem plástico e aviões menos poluentes

PUB

“Novos interiores, mais espaço para as pernas, mais lugares e melhorias ambientais” são tudo vantagens que, diz a companhia, vão ser possíveis de alcançar com as “novas aeronaves max”.

No que diz respeito aos cancelamentos e atrasos de voos, a Ryanair também se diz empenhada em conseguir “pedidos de compensação EU261 processados em dez dias”.

No âmbito do apoio ao cliente, em 2019 a companhia quer ter disponível um serviço disponível 24 horas por dia e através do qual os clientes possam estar em contacto com um assistente no máximo em dois minutos. Na internet os passageiros da low cost vão ter à disposição um “novo localizador de tarifas, bilhetes para eventos desportivos, guias de viagens exclusivos e aplicação móvel mais rápida”.

O meio ambiente não ficou de fora das promessas da Ryanair para melhorar em 2019 e neste âmbito o objetivo é reduzir o plástico não reutilizável em voos nos próximos cinco anos e a criação de um “programa de compensação de emissões de carbono”.

O Ryanair Choice é mais uma aposta da companhia e assume-se como um programa de passageiro frequente que através de um pagamento anual de €199 dará aos beneficiários a possibilidade de “reserva de assentos gratuita, fast-track e embarque prioritário” em todos os voos.

As alterações às políticas da mais concorrida companhia aérea low cost surgem num período particularmente conturbado. A Ryanair apresentou prejuízos de 20 milhões de euros no terceiro trimestre de 2018 e teve o pior verão de sempre também no ano passado, muito por causa das greves que constantemente cancelaram voos da companhia.

Artigos Sugeridos

Sou licenciado em Jornalismo e estou a fazer o mestrado em Relações Internacionais. Quero aprender como gira o globo. Como se fazem e desfazem alianças. Como é que os líderes aprendem com a história. diogopereira@w360.pt