Boeing 737 MAX 8 proibido de voar no espaço aéreo europeu

Depois do acidente com um Boeing 737 Max 8 que vitimou 157 pessoas no passado domingo, a União Europeia fecha espaço aéreo a este modelo.

Boeing 737 max 8 em voo Foto de Wikimedia
PUB

Depois de alguns países asiáticos terem proibido os aviões Boeing de modelo 737 Max 8 de voarem nos seus espaços aéreos, a Agência Europeia de Segurança Aérea também proibiu todos os aviões deste modelo de voarem nos países que a integram, incluindo Portugal.

A decisão foi divulgada na tarde desta terça-feira e está relacionada com a queda do avião da Ethiopian Airlines no passado domingo que vitimou 157 pessoas poucos minutos depois de ter descolado do aeroporto de Adis Abeba, capital da Etiópia. O acidente aconteceu precisamente com um avião deste modelo que agora fica proibido de circular nos céus europeus, apenas cinco meses depois de um outro Boeing 737 Max 8 da companhia Lion Air se ter também despenhado num acidente com contornos muito semelhantes ao da semana passada.

Reino Unido, Austrália, Alemanha, França, Singapura, Irlanda, Malásia, Omã, Mongólia, Coreia do Sul, Holanda, Itália, Polónia e Bélgica são os países que também já proibiram as companhias aéreas de continuarem a operar estas aeronaves nos seus espaços aéreos.