NotíciasCobra voou entre a Austrália e o Reino Unido no sapato de uma mulher
Cobra descoberta dentro de um sapato depois de fazer uma viagam de avião entre a Austrália e o Reino Unido

Cobra voou entre a Austrália e o Reino Unido no sapato de uma mulher

PUB

Uma mulher escocesa que voou mais de 13 mil km entre a Austrália e o Reino Unido, no passado dia 21 de fevereiro, foi surpreendida com a presença de uma cobra píton dentro de um dos sapatos que transportava na mala. Não se sabe como é que o animal embarcou sem a segurança dar por nada.

Moira Boxall tinha acabado de fazer a ligação aérea entre Queensland e Glasgow, numa viagem que pode demorar mais de 18 horas, quando se deparou com o animal enrolado num dos seus sapatos, tendo inclusivamente começado a trocar a pele.

Cobra descoberta dentro de um sapato depois de fazer uma viagam de avião entre a Austrália e o Reino Unido
O animal foi descoberto dentro de um sapato

“Respondi a um telefonema de uma mulher que tinha acabado de regressar de férias da Austrália e que tinha encontrado uma pequena cobra dentro de um dos sapatos que transportava na mala”, disse Taylor Johnstone, oficial de resgate de animais da Escócia, a quem Boxall recorreu.

“Quando cheguei, tirei a cobra da propriedade com segurança e depois de um exame percebemos que não era venenosa. Neste momento ela está no nosso centro de resgate de animais em Edimburgo”, concluiu o comunicado enviado à CNN.

Embora não se tenha encontrado ainda uma justificação para um animal destes ter embarcado, a verdade é que este caso não é inédito. Em 2016 um passageiro filmou o momento em que uma serpente foi descoberta a bordo de um avião da Aeromexico. Também em 2012 um voo da EgyptAir teve mesmo que fazer uma aterragem não programada depois de um passageiro ter sido mordido por uma cobra em pleno voo.

PUB
Artigos Sugeridos

Sou licenciado em Jornalismo e estou a fazer o mestrado em Relações Internacionais. Quero aprender como gira o globo. Como se fazem e desfazem alianças. Como é que os líderes aprendem com a história. diogopereira@w360.pt