Como uma bolsa de maquilhagem cancelou mais de 300 voos num só dia

Uma bolsa de maquilhagem foi responsável pela suspensão de atividade aérea no aeroporto de Munique no passado dia 28 de julho

PUB

A bolsa de maquilhagem de uma mulher causou, no passado dia 28 de julho, mais de 300 cancelamentos de voos no aeroporto de Munique (Alemanha).

A mulher levava líquidos tidos como excessivamente grandes na bagagem de mão quando se aproximou da segurança aeroportuária, de acordo com o site One Mile at a Time. Volvido um quarto de hora, a mulher voltou a acercar-se do supracitado posto de controlo. O veredito seria, desta feita, diferente, uma vez que logrou receber permissão para seguir viagem (tal teve lugar por conta de não se ter passado revista à senhora).

Quando a gerência do aeroporto percecionou o que havia sucedido, a mulher partira já no seu voo.

Tudo isto provocou uma reação em cadeia que afetaria mais de 32 mil pessoas que passavam pelo aeroporto naquele dia.

O terminal foi encerrado e todos quantos estavam no edifício satélite tiveram de ser retirados. Os voos deixaram de ocorrer durante mais de sete horas; sensivelmente 330 viagens foram canceladas e cerca de 700 pessoas pernoitaram no aeroporto.

Segundo a “Deutsche Welle”, o inspetor responsável pelo posto de controlo encontrava-se “distraído por uma conversa com colegas” no momento em que a mulher passou pela segurança.

PUB

“Pelo que sabemos até agora do incidente, não perspetivamos tomar medidas legais contra o passageiro”, referiu uma porta-voz do aeroporto ao “The Local Germany”. O que houve foram despedimentos: três funcionários da companhia de segurança aeroportuária estatal foram demitidos.

O custo de todo este imbróglio está estimado em cerca de um milhão de euros, indica fonte do aeroporto muniquense.

Foto de Adrian Pingstone