Em agosto haverá nova greve na Ryanair

Nova greve foi convocada pelos pilotos irlandeses da companhia

PUB

Ainda a greve agendada para 25 e 26 de julho não terminou e a Ryanair já está a braços com a convocação de uma nova greve. Desta vez são cerca de 100 pilotos irlandeses que se mostram descontentes com as condições de trabalho oferecidas pela companhia.

A greve dos pilotos surge depois de a lowcost ter anunciado que vai reduzir em 20% a frota de aviões na Irlanda já a partir de outubro, o que pode representar um corte de 300 postos de trabalho naquele país.

A greve de pilotos está marcada para o dia 3 de agosto e o anúncio surge em plena greve de tripulantes de cabine que decorre hoje e amanha em Portugal, Espanha, Bélgica e Itália.

De acordo com a Associação de Pilotos Irlandeses de Companhias Aéreas a companhia foi “imprudente” e este comunicado demonstra a falta de vontade de negociar com os trabalhadores.

Por outro lado a Ryanair afirma que que o objetivo da redução de aviões na Irlanda tem como objetivo aumentar a capacidade na Polónia, onde regista subidas de número de passageiros. A companhia de baixo custa afirma ainda que estas são as consequências da greve, deixando em aberto a possibilidade de transferência da Irlanda para a Polónia de alguns trabalhadores.

PUB