Esta mala explodiu? Não, só acabou de sair de um voo da Easyjet

Mala ficou danificada num voo da Easyjet que ligava Sevilha a Londres

PUB

Uma passageira da Easyjet usou o Facebook para denunciar uma situação que considerou “escandalosa”. Jiwon Choi voava do aeroporto de Sevilha, em Espanha, para o aeroporto londrino de Gatwick no passado dia 19 de julho quando a mala com que viajava lhe foi devolvida completamente destruída.

Nas fotos que partilhou na rede social é possível perceber o estado em qua a bagagem foi recolhida no aeroporto, aberta, com rasgões e objetos esmagados.

Alguns comentários à publicação de Choi sugeriam uma possível explosão, mas a viajante esclareceu que não transportava objetos perigosos no interior da mala, acrescentando que “não havia cheiro a queimado, nem materiais derretidos, e nem os papéis tinham sinais de fogo”.

De acordo com informações da Easyjet, adiantadas pela própria passageira, a bagagem terá “caído de um veículo de carga e possivelmente foi arrastada pela estrada”.

Depois de esta situação se ter tornado pública a Easyjet, citada pelo Daily Mail, veio dizer que trabalha “em estreita colaboração com todos os parceiros nos aeroportos para garantir que as malas dos passageiros sejam tratadas de forma segura e cuidadosa e estamos a investigar este caso com o nosso fornecedor de serviços de assistência em terra no Aeroporto de Londres Gatwick”.

lowcost britânica veio ainda esclarecer que a companhia “opera, em média, mais de 1700 voos por dia em mais de 30 países e os incidentes de bagagem danificada são extremamente raros”, acrescentando que vai indemnizar a passageira em causa.