Greves não param na Ryanair. A próxima é já no final deste mês

Vários sindicatos europeus acordaram nova greve para o final de setembro

PUB

As datas só serão conhecidas no próximo dia 13 de setembro, mas uma coisa é certa, a Ryanair vai enfrentar mais uma greve europeia no final do mês de setembro.

De acordo com informação avançada pela Agência Lusa, e citada pelo Expresso, a decisão de convocar uma nova greve foi tomada por sete sindicatos europeus, incluindo o português Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC).

A não revelação dos dias exatos da greve justifica-se, diz a presidente do SNPVAC, com a necessidade de alguns sindicatos – que se juntaram mais tarde à contestação – poderem analisar as leis dos países onde operam, podendo apontar um dia que lhes seja conveniente.

Desta vez a paralisação abrange tripulantes de cabine, pilotos e funcionários dos serviços de handling (assistência em terra) da companhia.

De acordo com a mesma fonte os sindicatos estão a pedir uma reunião urgente à Comissão Europeia, à comissária dos Transportes e ao presidente Jean-Claude Juncker. O objetivo é exigir que os contratos de trabalho sejam feitos com base nas leis dos países onde atua e não com base na lei irlandesa, que tem sido usada pelo grupo.

Os sindicatos também querem que a Ryanair pare de recrutar trabalhadores a empresas de trabalho temporário.

PUB