Há sites de reserva de hotéis a enganarem os clientes, diz autoridade britânica

Quando fizer a sua próxima pesquisa, tenha atenção aos sites de reserva de hotéis que escolhe, alguns deles estão a enganar os clientes.

PUB

A Autoridade de Concorrência e Mercados (ACM) do Reino Unido veio alertar para métodos usados pelos sites de reserva de hotéis que visam pressionar os clientes a fazer reservas de forma rápida e pouco ponderada.

Quando entram em vários sites de reserva de hotéis os clientes são muitas vezes confrontados com mensagens indicativas de que se não reservarem naquele momento o preço pode subir; ou a informação de que há apenas um quarto disponível em determinado hotel e com determinadas características.

Para chegar à conclusão de que muitas destas informações são enganosas, a autoridade governamental levou a cabo um estudo de oito meses a múltiplos sites de reserva e garante, em comunicado, que já alertou os infratores para a necessidade de protegerem os clientes e de não lhes fornecerem informações enganosas.

“O nosso próximo passo é tomar as medidas necessárias, inclusive avançar para os tribunais se necessário, para garantir que as pessoas tenham acesso a informação fidedigna”, refere a diretora executiva da ACM, Andrea Coscelli.

Quanto às entidades que usam estas práticas enganosas, a autoridade não quis adiantar nomes.

Foto de Pixabay