Millennials preferem viajar em vez de comprar casa

O dinheiro gasto pelos mais jovens em viagens tem vindo a aumentar

PUB

texto e foto Diogo Pereira
diogopereira@w360.pt

foto Ângela Peça

O dinheiro gasto pelos mais jovens em viagens tem vindo a aumentar

publicidade

A empresa norte-americana Contiki, especializada na organização de viagens para millenniels, veio apresentar dados que corroboram uma tendência cada vez mais clara: os mais jovens estão a dar prioridade às viagens e não pensam em comprar casa.

De acordo com a diretora de vendas e marketing da Contiki, Donna Jeavons, os seus clientes gastaram mais 10% em viagens do que no ano anterior, verificando-se por isso um aumento acentuado.

“Com a habitação tão cara, muitos jovens procuram outros objetivos primeiro, sabendo que comprar uma casa pode ser mais difícil do que foi para as gerações anteriores”, disse Jeavons à Associated Press, citada pela Lonely Planet.

A Contiki está a perceber que os jovens estão a fazer cada vez mais viagens e locais mais remotos que há uns anos eram um pouco mais inacessíveis.

Responsáveis pela nova tendência são também as companhias aéreas lowcost e os alojamentos mais baratos que reduziram e muito os preços das viagens, antes apenas acessíveis às classes mais altas.

Para além dos números há outras evidências que compravam que os millennials têm as viagens no topo das suas prioridades e que o mercado sabe disso.

A Air France apresentou recentemente uma companhia aérea dedicada aos mais jovens e a U by Uniworld vai lançar um cruzeiro onde só quem tenha entre 18 e 30 anos pode entrar.

publicidade

publicidade

Encontrou algum erro ou informação desatualizada? Sugira uma correção ao autor: diogopereira@w360.pt