NotíciasMorte de tripulante obriga avião a fazer aterragem de emergência
avião voo noturno aeroporto

Morte de tripulante obriga avião a fazer aterragem de emergência

PUB

Um voo da norte-americana Hawaiian Airlines, com 253 passageiros e 12 tripulantes a bordo, teve de ser desviado, no passado dia 24 de janeiro, da sua rota com destino a Nova Iorque para aterrar em São Francisco, depois de o assistente de bordo Emile Griffith se ter sentido indisposto. De acordo com a estação californiana KPIX, clínicos que estavam na aeronave e tripulação fizeram-lhe os primeiros socorros, mas não resistiu.

“Lamentamos profundamente a morte de Emile Griffith, que morreu enquanto trabalhava no nosso voo entre Honolulu e Nova Iorque”, afirmou a transportadora aérea em comunicado, emitido a 25 de janeiro transato, onde manifesta ainda gratidão aos colegas de Griffith e “aos bons samaritanos a bordo, que ficaram ao seu lado e forneceram ajuda médica prolongada”.

O havaiano, de 60 anos, estava na companhia há 31.

Artigos Sugeridos