NotíciasMuraka. Nasceu nas Maldivas o primeiro hotel submerso do mundo
hotel subaquático maldivas conrad

Muraka. Nasceu nas Maldivas o primeiro hotel submerso do mundo

PUB

O resort Conrad Maldives Rangali Island, nas Maldivas, abriu, no passado mês de novembro, a primeira residência subaquática do mundo.

Com capacidade para acomodar até nove pessoas, o primeiro hotel debaixo de água foi batizado de Muraka, cuja palavra significa coral na língua local das Maldivas, o Dhivehi.

Esta instalação hoteleira inclui, entre outras coisas, ginásio, bar, piscina e, no piso superior, que fica acima da linha de água, um deck onde se pode apanhar sol.

“Estamos felizes por apresentar a experiência única de dormir no fundo do mar que o Muraka oferece aos nossos futuros hóspedes, proporcionando-lhes uma paisagem marítima extraordinária e numa perspetiva totalmente nova”, afirmou o diretor-geral do Conrad Maldives Rangali Island, Stefano Ruzza.

Dormir no primeiro hotel subaquático do mundo requer o pagamento de 50 mil dólares (43 mil euros) por noite, sendo que o alojamento só está disponível em pacotes de um mínimo de quatro noites, querendo isto dizer que uma estada no Muraka custa não menos de 200 mil dólares (172 mil euros).

PUB

O Conrad Maldives Rangali Island investiu 15 milhões de dólares (13 milhões de euros) para edificar esta villa de dois andares, parte da qual se encontra a cinco metros abaixo do nível do oceano Índico. A construção foi projetada pelo arquiteto nipónico-americano Yuji Yamazaki, pelo empresário e arquiteto maldivo Ahmed Saleem e pela neozelandesa MJ Murphy (empresa de Auckland perita em tecnologia de aquários).

Artigos Sugeridos