Pilotos envolvem-se numa discussão em pleno voo deixando o cockpit vazio

Co-piloto terá dado uma bofetada a comandante

Avião da Jet Airways, companhia aérea da Índia, a levantar voo
PUB

O cockpit de um avião da indiana Jet Airways que fazia a ligação entre Londres e Mumbai no passado dia 1 de janeiro esteve temporariamente sem pilotos ao comando. Co-piloto e comandante ter-se-ão envolvido numa discussão.

De acordo com o jornal The Times of Índia o co-piloto terá dado um estalo à comandante do avião na sequência de uma discussão em pleno voo. A mulher abandonou o cockpit em lágrimas e a tripulação não conseguiu convencê-la a voltar para o seu lugar. Terá sido o próprio co-piloto a conversar com a comandante fora do cockpit – deixando-o vazio – a fazê-la voltar para os comandos da aeronave.

No entanto a comandante acabaria por sair de novo do seu lugar provavelmente porque a discussão terá recomeçado. Desta vez foi um dos tripulantes a convencê-la a voltar para os comandos do avião.

Este caso está a ser investigado pelas autoridades e, de acordo com a mesma fonte, a licença do co-piloto foi suspensa.

Um porta-voz da Jet Airways veio dizer que o caso acabou por se resolver “amigavelmente” e salientou que “na Jet Airways, a segurança dos passageiros, membros da equipa e ativos é de extrema importância e a companhia aérea tem tolerância zero para qualquer tipo de comportamento por parte dos trabalhadores que comprometa essa segurança”

PUB

À meia noite os 324 passageiros e 14 tripulantes acabariam por aterrar em segurança em Mumbai.