Santo Domingo nomeada capital da cultura gastronómica do Caribe pelo segundo ano consecutivo

Distinção é atribuída pela Academia Iberoamericana de Gastronomia (AIBG)

Gastronomia dominicana, Sancocho
PUB

A Academia Iberoamericana de Gastronomia (AIBG) concedeu pelo segundo ano consecutivo o título de Capital da Cultura Gastronómica do Caribe à cidade de Santo Domingo.

“A República Dominicana é líder no turismo da região do Caribe, com uma subida de 6,2% em 2018 e um excelente comportamento também em 2019 (mais 5,5% de incremento nas chegadas turísticas em janeiro). Por esta razão, encontramo-nos numa posição imbatível para dar a conhecer a riqueza e as raízes de uma tradição gastronómica que é um dos atrativos inquestionáveis de qualquer viagem ao Caribe’, explica Karyna Font-Bernard, diretora do Gabinete de Turismo da República Dominicana em Espanha e Portugal.

Para a conquista desta distinção terá ainda sido muito considerada a capacidade que a cidade de Santo Domingo tem em acolher muitos restaurantes reputados de comida dominicana, mas também muitos outros de cozinha internacional que dão aos turistas a possibilidade de matarem saudades de casa quando estiverem de férias.

Para o presidente e fundador da academia, Rafael Ansón, a escolha desta cidade não deixou margens para dúvidas, uma vez que foi feita por unanimidade na Assembleia Geral da AIBG, impondo-se novamente a gastronomia dominicana na região do Caribe. A República Dominicana é um dos 14 países membros da AIBG – juntamente com a Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Cuba, Espanha, Estados Unidos, México, Panamá, Paraguai, Peru, Portugal e Venezuela.

Gastronomia dominicana e o seu desenvolvimento.

Em Santo Domingo as influências gastronómicas são, como não podia deixar de ser, americanas, africanas e europeias, uma combinação de três culturas que juntas formam a variada e rica oferta culinária deste país caribenho. Entre os pratos mais apreciados e populares está o “Sancocho”, uma espécie de guisado à base de carne de vaca, com mandioca, inhame, batata, taioba e coentros. Por outro lado está “La Bandera” que usa o arroz como base, acompanhado com feijão e carne, sendo a comida que se consome diariamente na República Dominicana.

PUB

As especialidades culinárias do país variam segundo as regiões, mas têm em comum um sabor especial que permite satisfazer os paladares dos comensais mais exigentes.