Sem saber, um turista pegou num dos animais mais venenosos do mundo

Enquanto passeava numa praia australiana, um turista pegou num Polvo de Anéis Azuis com a mão desprotegia. Este é um dos animais mais venenosos do mundo.

polvo de aneis azuis filmado na mão de um turista que o apanhou nas águas de uma praia australiana
PUB

Chama-se Polvo de Anéis Azuis, vive nas águas australianas e é um dos animais mais perigosos do mundo. O veneno que carrega no corpo, 11 vezes mais poderoso do que o cianeto, é capaz de matar vinte e seis adultos numa questão de minutos, lê-se na biografia do animal no site Ocean Conservancy. No seu habitat natural é um dos principais inimigos dos tubarões, sendo capaz de lhes tirar a vida rapidamente.

Uma picada deste pequeno animal que não vai além dos 12 centímetros, tem a capacidade de ser indolor, deixando a vítima sem se aperceber de que sofreu um ataque, só podendo reagir quando começa a sentir os primeiros sintomas. Não há antídoto para recuperar de um ataque destes, sendo quase certo que a vítima perderá a vida.

polvo de aneis azuis fotografado no fundo do mar. foto de Saspotato
O Polvo de Anéis Azuis vive nas águas australianas

Foi precisamente um destes animais que um turista encontrou enquanto caminhava numa praia australiana. Atraído pelas cores e tamanho do animal não resistiu a pegar nele com a mão desprotegida antes de o devolver à água. O homem filmou o momento, partilhou-o nas redes sociais e rapidamente soaram os alarmes. Muitos australianos comentaram o vídeo dando informações sobre o perigo a que aquele turista, cuja identidade não foi revela, esteve sujeito.

Embora o Polvo de Anéis Azuis seja um dos mais venenosos do mundo, não há qualquer razão para alarmismos porque não se trata de um animal agressivo e o último registo de ataque remonta à década de 60. Ainda assim, ser retirado do seu habitat natural como fez este turista pode ser entendido como uma ameaça e há sempre possibilidade de picada.

De acordo com as autoridades há uma regra básica a ser seguida no contacto com a natureza, não tocar em animais ou plantas que se desconhecem e, sobretudo, ter em conta que animais com cores garridas, como é o caso dos anéis deste polvo, são geralmente venenosos.

PUB