Startup britânica quer começar a pesar passageiros antes dos voos

Pesar os passageiros antes do embarque pode ser uma boa prática para diminuir os consumos de um avião e as emissões poluentes.

Sala de embarque de aeoporto com avião estacionado no pateo, ligado por duas mangas de embarque. Foto de Pixabay
PUB

O peso é um dos fatores chave associados às operações de uma companhia aérea. É preciso tê-lo em conta na hora de o distribuir pela aeronave e, como provam as constantes restrições ao peso das bagagens, é fundamental mantê-lo baixo para que as companhias poupem dinheiro. Quanto mais pesado estiver, mais combustível gasta um avião, por isso reduzir é a palavra de ordem.

Na atualidade, a indústria tem parâmetros para calcular o peso aproximado dos passageiros e das suas bagagens, para calcular a quantidade de combustível necessária para fazer uma viagem. Cada homem, em média, pesa 88kg, cada mulher 70kg e cada criança 35kg. Estes valores são aproximados, mas são eles os usados pelos pilotos para cada viagem.

Estes cálculos aproximados podem muitas vezes representar discrepâncias significativas. Embora este não seja um problema de segurança, uma vez que os cálculos são feitos com margens de erro consideráveis, a verdade é que se as companhias soubessem exatamente quanto pesa cada passageiro, poderiam calcular mais corretamente a quantidade de combustível a abastecer, tornando os voos mais eficientes. Os aviões viajariam com menos combustível, ficando mais leves, o que representaria uma poupança em termos económicos e ambientais.

Avião em aproximação para aterragem a sobrevoar uma cidade com o trem de aterragem em baixo. Foto de Pixabay
Saber o peso dos passageiros é fundamental para calcular o volume de combustível necessário para a rota. Foto de Pixabay

Consciente deste problema da aviação, uma startup britânica quer começar a pesar os passageiros antes do embarque, à semelhança do que já acontece com as bagagens, mas sem que o processo seja demasiado invasivo.

“É fundamental saber o peso exato que um avião está a transportar para garantir a quantidade correta de combustível a abastecer”, avança Roy Fuscone, CEO da Fuel Matrix., ao Lonely Planet.

PUB

Para conseguir implementar um sistema de pesagens discretas dos passageiros, para que estes não sintam que o seu peso pode ser um problema para a rota de um avião, a startup já está em conversações com aeroportos britânicos para a implementação de sistemas de pesagem que comecem a fazer parte dos controlos de segurança, sem especificar como.

A recolha das informações pessoais, garante Fuscone, seguirá todos os protocolos europeus de proteção de dados, como já acontece com muitas recolhas de dados biométricos usados em todo o mundo para práticas de reconhecimento facial, por exemplo.

A ideia de pesar passageiros antes do embarque não é nova e até há algumas companhias aéreas que a têm em prática. A Finnair já tem no Aeroporto de Helsínquia uma balança na qual os passageiros se podem pesar voluntariamente e em 2015 a Uzbekistan Airways começou a pesar todos os seus clientes num processo que faz parte de parâmetros de segurança de voo.