NotíciasTurbulência leva dez pessoas ao hospital: “Um passageiro foi contra o teto do avião”

Turbulência leva dez pessoas ao hospital: “Um passageiro foi contra o teto do avião”

PUB

Dez pessoas foram hospitalizadas depois de no passado sábado,  5 de agosto, terem sofrido momentos de forte turbulência num voo da American Airlines que fazia a ligação entre Atenas, na Grécia e Filadélfia, nos Estados Unidos. Três das vítimas eram passageiros, as restantes sete faziam parte da tripulação.

“A pior turbulência de sempre” é assim que alguns passageiros envolvidos descrevem ao The Telegraph o momento que presenciaram já próximos do destino. “O senhor que viajava atrás de mim foi bater diretamente no teto do avião”, conta Alex Ehmke, passageiro ouvido pela NBC News. “O avião estava em queda livre”, refere outro passageiro.

A turbulência terá durado cerca de meia hora, de acordo com alguns passageiros que testemunharam uma forte agitação do aparelho que circulava com 287 passageiros a bordo. Também as bebidas servidas minutos antes pelos assistentes de bordo “voaram” embatendo no teto do aparelho, como mostram as imagens partilhadas por um dos passageiros no Twitter.

Outro passageiro mostra ainda fotografias do estado caótico em que ficou o avião da American Airlines depois da forte turbulência.

Num outro vídeo publicado também no Twitter ouve-se o piloto a pedir desculpa aos passageiros pelo sucedido, informando que o momento foi “totalmente inesperado”. “Estávamos à espera de turbulência leve, uma vez que o avião que segue à nossa frente não nos deu qualquer informação”, acrescentou ainda.

A American Airlines não adiantou as prováveis causas para o sucedido, nem a natureza dos ferimentos das vítimas. The Telegraph testemunha, no entanto, que uma comissária de bordo foi vista com um braço ao peito e dois passageiros tinham sacos de gelo na cabeça.

Artigos Sugeridos

Sou licenciado em Jornalismo e estou a fazer o mestrado em Relações Internacionais. Quero aprender como gira o globo. Como se fazem e desfazem alianças. Como é que os líderes aprendem com a história. diogopereira@w360.pt