ViagensDicas de ComidaEstes são os 5 restaurantes que não pode perder em Milão
capa restaurantes milão

Estes são os 5 restaurantes que não pode perder em Milão

PUB

A gastronomia italiana vai muito além das massas e das pizzas. Em Milão é possível estar em contacto com pratos dos quais até ouvimos falar menos, mas que são absolutamente imperdíveis para quem quer conhecer todos os sabores deste país.

Em Milão podemos dizer que o Risotto é a estrela da companhia, mas à mesa também não pode faltar o Ossobuco de Vitela ou os famosos Panzerotti. Neste artigo o objetivo não é calçar as sapatilhas e fazer-se à estrada, é antes escolher a mesa com melhor vista e começar a folhear o menu.

Antica Trattoria Della Pesa

Viale Pasubio, 10, 20154
a partir de €40
todos os dias: 12h30 às 23h

Provar novos pratos é uma das partes boas de viajar. O L’Ossobuco con Risotto alla Milanese é a nossa recomendação para experimentar num dos restaurantes mais antigos da cidade e que ainda mantém as tradições de uma cozinha típica da Lombardia, a Antica Trattoria Della Pesa.

L´Ossobuco é feito com perna de vitela e é o corte da carne que lhe dá o nome. É feito um corte acima da canela e abaixo do joelho, com o osso. No centro da carne fica o osso, que dá sabor ao prato que vem acompanhado com um risotto alla Milanese, outra estrela por estas bandas.

PUB

Osteria Brunello

Corso Garibaldi 117
a partir de €25
todos os dias: 12h às 23h30

O restaurante Osteria Brunello fica numa das principais artérias da cidade, Corso Garibaldi. Com um toque de modernidade tem um dos mais tradicionais pratos de Milão, a Cotoletta alla Milanesa. Estamos a falar de uma carne de vitela fina, passada em ovo e frita em manteiga.

Este é o melhor sítio para saborear esta maravilha, um prato clássico já distinguido pelo Guia del Gambero Rosso Milano, na edição de 2015. Para acompanhar, há uma vasta seleção de vinhos, pensada numa carta com o propósito de ter uma excelente refeição.

Maya Milano

Via Ascanio Sforza, 41
a partir de €6
todos os dias: 12h às 23h30

O restaurante Maya Milano fica numa das zonas mais icónicas da cidade, mas ainda pouco explorada por turistas. O Bairro Navigli ainda não foi descoberto pelos estrangeiros, mas é um dos lugares favoritos de quem mora na cidade.

O conceito aqui é de happy hour e durante um período de tempo pode escolher um cocktail e a comida é por conta da casa. Mas desengane-se se pensa que a comida é pouca, a variedade é muita e é muito frequente ver os funcionários do espaço a reforçarem o stock.

Panifício Luini

Via Santa Radegonda, 16
a partir de €3
segunda a sábado: 10h30 às 19h30

Para conhecermos a gastronomia italiana, temos de provar os famosos Panzerotti, uma espécia de calzones de tamanho mais pequeno do que os habituais, mas que têm vários recheios para experimentar. Há os doces e os salgados, pelo que a melhor decisão passa por escolher um salgado para o almoço e pedir logo um doce para servir de sobremesa.

Os entendidos dizem que no Panifício Luini vamos encontrar os melhores de Itália. É bom que acreditemos porque a história deste sítio começou há mais de cem anos. Na altura era apenas uma padaria que produzia pão para os restaurantes e hotéis do centro da cidade, mas a fundadora, Giuseppina Luini, decidiu inovar. Foi uma espécie de primeiro estranha-se, depois entranha-se porque os panzerotti não foram logo bem recebidos, mas hoje são um verdadeiro sucesso.

Café Biffi

Galleria Vittorio Emanuele II
a partir de €15
todos os dias: 12h às 23h30

O Café Biffi foi fundado em 1867 e é o mais antigo ainda em funcionamento na cidade. É o lugar ideal para provar uma série de pratos típicos de Itália que são feitos de acordo com as receitas tradicionais. Para a mesa é imprescindível pedir o tipicamente milanês Risotto a la Milanesa, um arroz de queijo cremoso amarelado pelo açafrão.

Para sobremesa não pode perder a Torta Garibaldi, uma parceria entre o Café Biffi e a pastelaria Bindi, que criaram em conjunto esta sobremesa com ingredientes de alta qualidade e que contém chocolate, creme de café, pão de ló e geleia de cereja. Uma explosão de sabores.

Milão
Itália
Italiano
1 352 milhões hab.
Euro (EUR)
GMT+2
Europeia, 2 pinos
+39
112
Os invernos em Milão são particularmente frios e os meses de verão mantêm quase sempre temperaturas amenas. É raro os termómetros descerem abaixo de zero no inverno e no verão não costumam ir além dos 30ºC.
Artigos Sugeridos

Mestre em Ciência da Informação, estudei em Coimbra e Madrid. Trabalho atualmente em Lisboa. Tenho o pequeno sonho de conhecer o mundo e contar ao mundo as maravilhas que tem. claudiapaiva@w360.pt