Como viajar no comboio noturno russo entre Moscovo e São Petersburgo

Viajar entre as duas principais cidades da Rússia, Moscovo e São Petersburgo, é muito fácil e prático se usar um dos comboios noturnos

PUB

A Rússia é um país imenso, o maior do mundo no que à área geográfica diz respeito e percorre-lo pode ser uma tarefa hercúlea. Mas este é um território bem consciente da sua dimensão e preparado com uma das maiores redes ferroviárias do mundo. Por isso, se estiver a pensar ligar duas cidades russas durante a sua visita ao país, certamente que o comboio será a melhor opção.

No que diz respeito à ligação entre a capital, Moscovo, e São Petersburgo as possibilidades são bastantes havendo diariamente dezenas de ligações nos dois sentidos com características distintas.

Pode escolher os comboios rápidos que o colocam no destino em pouco mais de quatro horas, ou pode imbuir-se do verdadeiro espírito russo viajando num comboio noturno, fazendo lembrar o mítico Transsiberiano, que em oito horas percorre o trajeto.

Reservar bilhetes

A compra de bilhetes faz-se online, de forma rápida e simples. O site oficial da RZD, a companhia ferroviária russa, é o local mais indicado para fazer a reserva. Está desenvolvido em inglês, mas talvez pela falta de familiaridade dos russos com a língua universal tem muitas falhas de tradução e, muitas vezes, há campos que não surgem traduzidos, o que pode induzir o passageiro em erro.

Como alternativa pode usar o site Russian Trains, completamente fiável, mas que aplica taxas de reserva. Aqui o seu bilhete vai seguramente ficar mais caro, mas a interface do site, assim como as informações apresentadas, são mais claras.

É importante ter em atenção que as tarifas dos comboios russos são dinâmicas, quer isto dizer que os preços vão variando. Em princípio quanto mais cedo comprar, mais barato fica.

Para fazer a reserva e para viajar vai precisar de ceder alguns dos seus dados pessoais e, evidentemente, o passaporte é fundamental.

No dia da viagem

Chegado o dia de viajar tenha atenção aos horários. Na Rússia as estações de comboios estão equipadas com sistemas de raio-x, sendo muito frequentes as fiscalizações de segurança, à semelhança do que acontece nos aeroportos. As dimensões das estações também são significativas e as indicações das plataformas e dos comboios nem sempre são claras, por isso é fundamental que chegue com tempo suficiente para poder enfrentar alguns imprevistos.

Tenha ainda em atenção que tanto Moscovo como São Petersburgo são cidades gigantescas e têm várias estações de comboio, no caso de Moscovo são seis. Por isso é conveniente saber qual o meio de transporte mais eficaz para lá chegar com alguma antecedência.

Ultrapassadas todas as barreiras de segurança e chegado à plataforma de onde o comboio vai partir, prepare o passaporte e o cartão de embarque que deverá levar impresso. Quando o comboio estacionar um funcionário será responsável por, à entrada, verificar se o seu nome está na lista. Se estiver tudo certo será convidado a entrar e a ocupar o seu lugar.

Corredor interno

As três classes dos comboios russos

Geralmente os comboios noturnos não têm lugares sentados, todos os passageiros viajam em camas. Há três classes, sendo a primeira aquela que oferece melhores condições, uma vez que dispõe de uma cama de casal em compartimento fechado com televisão e casa de banho privativa.

Na segunda classe também vai viajar num compartimento fechado, no entanto terá que partilhar o espaço com mais três pessoas uma vez que é composto por quatro camas individuais em dois beliches. Este é o espaço ideal para quem viaja em grupo.

Compartimento de segunda classe com quatro camas, colchões, lençóis, cobertor e toalhas

A forma mais barata de viajar é na terceira classe, onde numa única carruagem podem estar mais de 50 pessoas, distribuídas por beliches, sem qualquer divisão.