Estes 10 esquemas estão a ser usados para assaltar passageiros nos aeroportos

O Aeroporto de Palma de Maiorca, em Espanha, revelou uma lista de 10 esquemas usados para assaltar passageiros no aeroporto.

PUB

A segurança está no topo da lista de preocupações dos viajantes, os assaltos no topo da lista dos receios. Mas quando é que começamos a pensar nisto? Quando saímos do aeroporto no país de destino e apanhamos o primeiro metro ou autocarro, até lá sentimo-nos seguros.

Mas e se um assalto acontecer ainda dentro do aeroporto, já pensou nisso? Provavelmente não.

O Aeroporto de Palma de Maiorca, em Espanha, revelou uma lista de 10 esquemas usados para enganar e roubar os turistas no aeroporto. Desde a clássica avaria no taximetro até a um sofisticado vírus de telemóvel há de tudo, por isso tenha atenção.

Fila demorada no raio-x

Tem uma pessoa à sua frente na fila do raio-x que parece demasiado atrapalhada? Desconfie e pense que os seus pertences já estão do outro lado à sua espera. Um dos truques para roubar passageiros é uma pessoa empatar a fila do raio-x, enquanto um cúmplice desvia os objetos que já foram fiscalizados.

Se quando ultrapassar o detetor de metais der por falta de alguma coisa, avise imediatamente um dos seguranças.

Podem tentar distraí-lo

Outra das técnicas muito usadas nos aeroportos é a tentativa de distrair os passageiros com o objetivo de estes largarem as suas bagagens. Se isto acontecer antes da verificação de segurança, os ladrões podem pôr-se rapidamente em fuga sem que consiga reagir. Como mais vale prevenir do que remediar, não deixe todos os seus objetos de valor no mesmo lugar.

PUB

Cuidado com o wifi

Esta é uma dica que não se aplica apenas aos aeroportos, mas ali os passageiros estão geralmente mais vulneráveis.

O acesso à internet em tempos de espera que podem ser muito grandes é muito útil para falar com a família, consultar o email ou atualizar as redes sociais, mas é importante saber que piratas informáticos conseguem criar redes wifi falsas para roubarem informações delicadas a quem lhes aceder.

Não precisa de ignorar o wifi, mas não use estas redes para consultar o site do seu banco porque os seus acessos podem ser roubados e a segurança do seu dinheiro pode ficar em causa.

Encontrões no tapete de bagagens

Enquanto estiver à espera da sua mala no tapete do aeroporto e por mais impaciente e cansado que esteja, não se esqueça que podem estar por ali pessoas interessadas na sua carteira ou bens pessoais. Um encontrão seguido de um pedido de desculpas neste momento deve levantar suspeitas. Se acontecer meta logo as mãos aos bolsos.

Ajudantes interesseiros 

Se viajar com muita bagagem pode vir a precisar de ajuda para a transportar e podem surgir ajudantes muito prestáveis, mas que no fim vão sequestrar as suas malas. Ou seja, só lhe são devolvidas se entregar ao bom samaritano uma quantia pecuniária.

O aeroporto de Palma de Maiorca sugere que peça ajuda aos funcionários que ali estão para isso mesmo.

Carteiristas

Esta é uma dica para pôr em prática não apenas no aeroporto, mas também no decorrer da sua viagem.

Os carteiristas estão por todo o lado e é aconselhável que guarde a sua carteira e os seus documentos pessoais em bolsos interiores do casaco, junto ao corpo, ou em bolsas bem fechadas. Evite os bolsos exteriores das malas e circule com as mochilas à frente do peito em vez de atrás das costas.

O roaming é caríssimo, mas pode ficar ainda mais

Embora nos países europeus o roaming já tenha chegado ao fim, a verdade é que na maioria dos países extra-comunitários usar o telemóvel pode custar uma autêntica fortuna. Para contornarem estes valores muitos viajantes optam por alugar um telemóvel no destino, mas atenção é imprescindível verificar com muita cautela se o fornecedor deste serviço é fidedigno.

Muitas vezes os depósitos de segurança não são devolvidos o que faz desta opção uma péssima opção. Também é importante ter em atenção os serviços que exigem cartão de crédito, não os subscreva a menos que tenha 100% de confiança.

O seu nome no cartaz não significa que aquele é o seu transfer

Quando contratar um transfer do aeroporto para o seu hotel, não confie simplesmente no primeiro cartaz que vir com o seu nome à chegada. Há impostores que copiam os nomes que leem nos cartazes e, já a bordo, lhe cobram uma nova taxa de serviço. A melhor forma de contornar esta burla é pedir ao motorista que confirme dados como o seu número de reserva ou documento de identificação, por exemplo.

Desative o bluetooth

Certifique-se de que o bluetooth do seu telemóvel está desligado. Em primeiro lugar porque isso o vai ajudar a gastar menos bateria que pode ser essencial para tirar fotografias e a atualizar as redes sociais. Em segundo lugar porque há hackers que conseguem entrar nos dispositivos através desta tecnologia e roubar informações ou instalar vírus.

Taxímetro avariado

Este é um clássico absoluto por isso é muito provável que lhe tenha acontecido mais do que uma vez. Para quem não sabe exatamente do que estamos a falar, passamos a explicar.

Um taxista aceita levá-lo ao aeroporto e, à chegada, diz ao viajante que o taxímetro está avariado e que o preço tem que ser calculado por estimativa. Não é preciso dizer mais nada para perceber que vai pagar muito mais do que seria normal.

O melhor para evitar estas avarias é combinar à partida o preço com o taxista, se lhe parecer demasiado alto, regateie ou apanhe um taxi diferente.

Foto de Pexels