Timor. Ataúro é beleza que não perde encanto nem cansa

A partir de Timor-Leste a Mariana Torres escreve sobre Ataúro, o local “onde não nos importamos de acordar antes das 6 da manhã para ver o nascer do sol”.

vista da praia de Ataúro em Timor Leste. Foto de Mariana Torres
PUB

Ataúro, uma pequena ilha a poucos quilómetros de Díli, é um dos meus lugares preferidos em Timor-Leste.

Foi em Ataúro que senti que ter trocado o certo pelo incerto fazia todo o sentido. Nesta pequena ilha fui visitar as comunidades rurais que a ONG onde estou a fazer voluntariado, a Empreza Di’Ak, apoia. São comunidades sem electricidade e de difícil acesso que, quando chove muito, nem se consegue ir lá. Para chegar a algumas comunidades só se pode ir de barco, outras de camião. Sim, eu disse camião, daqueles de caixa aberta atrás, onde nos vamos a segurar uns aos outros para não cairmos de cada vez que passamos por um buraco na estrada de terra batida ou numa curva apertada.

vista da praia de Ataúro em Timor-Leste. Foto de Mariana Torres

Nestas visitas senti verdadeiramente a importância do trabalho que a Empreza Di’Ak faz. Esta ONG local, que tem como principal objectivo a criação de pequenos negócios nas comunidades rurais para que estas consigam obter um meio de sustento a longo prazo, funciona como um porto de abrigo para eles, onde depositam toda a confiança e contam a 100% com o apoio da Di’Ak. Ao chegar às comunidades, as pessoas foram-se aproximando, sentando à nossa volta e, um de cada vez, ia mostrando os produtos que tinham fabricado desde a última visita. Senti orgulho no trabalho que a Empreza Di’Ak tem vindo a desenvolver nestes últimos anos com estas pessoas e uma enorme alegria por saber que, de alguma maneira, estou  a contribuir para algo melhor.

Fui sempre recebida de braços abertos, deixaram-me fotografá-los, observá-los e, quando me apresentei em Tétum (apenas sei dizer 3 frases soltas), fui aplaudida como se tivesse feito um discurso motivador de 1 hora. São estes pequenos gestos que me fazem ser feliz aqui.  

vista da praia de Ataúro em Timor-Leste. Foto de Mariana Torres

Para além do trabalho, aproveitei para saborear o que Atauro tem para oferecer: fazer snorkelling naquelas águas de azul cristalino, onde a biodiversidade está intacta e onde ao nadar no meio das algas, peixes e estrelas do mar, ficamos apaixonados pela beleza natural. Aproveitei também para dar passeios de pés descalços à beira mar e sentir uma ligeira brisa para refrescar daquele calor intenso.

PUB

Ataúro, é o lugar onde nos queremos perder e percorrer a ilha em busca da melhor vista. É onde não nos importamos de acordar antes das 6 da manhã para assistir ao nascer do sol, ou ficar acordados até de madrugada a observar as estrelas que iluminam a noite. É beleza que não perde encanto nem cansa. É, sem dúvida, um dos lugares mais bonitos onde já estive.

vista da praia de Ataúro em Timor Leste. Foto de Mariana Torres