ViagensPraiasPraia da Ilha de Tavira. O segredo mais mal guardado do Algarve
Bandeira verde e esperguiçadeiras na Praia da Ilha de Tavira

Praia da Ilha de Tavira. O segredo mais mal guardado do Algarve

PUB

O Algarve é muito conhecido pela excelência das suas praias que todos os anos atraem milhares de banhistas nacionais e estrangeiros. Os ingleses dominam claramente a lista de importações sazonais, mas também é muito comum vermos por cá franceses, alemães e espanhóis. As praias são boas porque apesar de fria, a água é a mais amena de todo o país, o mar é muito calmo na generalidade dos dias, há quase sempre sol e os pratos são muito saborosos. Se a tudo isto juntarmos a segurança que caracteriza Portugal, temos todos os ingredientes para umas férias perfeitas.

No rol de vantagens que o Algarve dá a quem visita a região ainda não juntámos a beleza das paisagens, ora com falésias de respeito, ora com vistas desafogadas para o horizonte. A Ria Formosa é uma das peças deste puzzle que nos deixa boquiabertos, mas que também obriga a que a arte se tenha juntado ao engenho para se permitir que os banhistas cheguem à água.

Se na Praia do Barril há um comboio que ajuda os turistas a fazerem de forma muito agradável um percurso de um quilómetro entre o continente e o areal, a opção para chegar à praia da ilha de Tavira é o barco. Com partidas frequentes (meia em meia hora na época alta) do centro de Tavira (junto ao Mercado Municipal) ou do Cais das Quatro Águas (a dois quilómetros do centro), as embarcações de grande capacidade ajudam a manter Tavira ligada à praia.

Às primeiras horas da manhã até pode ser relativamente difícil encontrar um lugar no barco. As filas de acesso ao cais são frequentes porque apesar de aparentemente distante e isolada, esta praia é muito usada por famílias completas que se lançam para um dia inteiro ao sol, carregadas com chapéus de sol, para-ventos, toalhas, brinquedos para as crianças e um livro ou outro para passar as horas de bronze.

As típicas malas térmicas azuis também são muito vistas por aqui. O interior escondido não é suficiente para que não saibamos que aqui seguem as refeições e as bebidas para passar um dia inteiro junto ao mar. É uma forma de evitar ter que voltar ao continente para reabastecer energias, mas não é a única.

PUB

A ilha é servida por um complexo com vários restaurantes onde é possível almoçar ou petiscar. As opção são muitas e diversificadas, indo desde os tradicionais pratos de peixe até soluções menos convencionais à base de carne como Francesinhas. Os preços não são muito divergentes dos praticados na cidade.

Ao longo do dia vai ser preciso ir estando atento ao passar das horas. Os barcos têm um horário limite para circular (perto das oito da noite) e a partir daí pode ser mais difícil sair da Ilha de Tavira. Dormir por cá não está fora de questão, uma vez que há um parque de campismo com possibilidade de alugar tendas.

Com um novo cais de embarque, circular de barco está cada vez mais naturalizado por estas bandas, bem diferente do cenário registado na Praia de Cacela Velha, do outro lado do molhe, onde as viagens devem ser marcadas diretamente com os pescadores e o embarque é feito com o pé na água.

Praia da Ilha de Tavira
Ilha de Tavira
Oceano Atlântico
praia vigiada
a temperatura da água na Praia da Ilha de Tavira pode variar entre os 15ºC e os 24ºC nos meses de verão. A temperatura exterior nesta altura do ano é elevada, com os termómetros a poderem ultrapassar os 30ºC com frequência

A forma mais fácil de chegar à praia da Ilha de Tavira é usar o barco que, diariamente, parte do centro da cidade (junto ao Mercado da Ribeira). També é possível fazer a viagem a partir do cais de Quatro Águas.
Artigos Sugeridos

Mestre em Ciência da Informação, estudei em Coimbra e Madrid. Trabalho atualmente em Lisboa. Tenho o pequeno sonho de conhecer o mundo e contar ao mundo as maravilhas que tem. claudiapaiva@w360.pt