Praia de Odeceixe. É fluvial e oceânica. É algarvia e alentejana

A praia de Odeceixe tem todas as regalias para quem gosta de mar e para quem prefere rio, para quem gosta do Alentejo ou prefere o Algarve

PUB

Sabemos que chegámos a Odeceixe quando passamos uma ponte ladeada por duas meias luas suportadas em meia dúzia de pilares. Entre estes pilares é possível ver a ribeira que nos vai levar até à praia de Odeceixe. É um caminho que fazemos de carro, mas se o pudéssemos fazer de barco, chegávamos rapidamente à foz.

Quando passamos esta ponte estamos também a cruzar dois distritos e duas regiões do país. Saímos do Alentejo e entramos no Algarve. Deixamos para trás Beja e abraçamos Faro. A fronteira aqui não é imaginária, é bem vincada no terreno pela ribeira de Seixe, a mesma que transforma a praia num lugar único.

De um lado podemos dar um mergulho de mar e aprender a surfar. A escola se surf da praia de Odeceixe é chamariz para muitos aprendizes de tenra idade, mas também conseguimos ver mais velhos de prancha debaixo do braço. Antes de se entrar na água há sinais que pedem atenção às correntes e à bravura do mar. Se para nadar pode indicar que precisamos de ter mais cuidado, para surfar só quer dizer que vamos ter ondas desafiantes.

Do outro lado podemos mergulhar em água doce. A corrente é calma e as crianças podem-se divertir sem grandes riscos. É certo que é o caudal desta ribeira e a maré que definem quantas pessoas podem estar na praia de Odeceixe. Quando a água é muita, pode ser difícil encontrar um sítio para a toalha.

Mesmo se fizermos um esforço é difícil encontrarmos um lugar como este. Uma praia que é oceânica, mas que também é fluvial e que tem uma língua de areia contornada a água e que vista do ar parece uma península secreta.

PUB

A European Best Destination classificou-a como “tesouro escondido” ao lado de outros lugares mais ou menos conhecidos em Espanha, na Grécia e na Suíça. Para estes estrangeiros este até pode ser um lugar recatado, mas os portugueses já a descobriram há tempo suficiente para saberem o que vale e até para a classificarem como uma das Sete praias classificadas como Maravilhas de Portugal

As arribas que a ladeiam também têm tesouros exclusivos para os banhistas que a escolhem para apanhar banhos de sol. É por lá que nidificam várias aves como é o caso da cegonha branca, o falcão-peregrino ou a gralha-de-bico-vermelho.

Seguindo os passadiços de madeira em direção ao topo, temos um dos lugares ideais para retemperar energias depois de um dia ao sol. A Esplanada do Mar oferece alguns dos pratos que vão buscar todo o sabor ao mar que observamos a partir da mesa. As lulas são as protagonistas.

Mais recatada, como se quer, é a praia de naturismo, mesmo ao lado da praia de Odeceixe que até pode ser acedida a partir do areal em dias de maré vazia. O lugar é reservado a quem quer tirar a roupa, mas não é obrigatório fazê-lo. Pode valer a pena descer a escadaria de acesso a esta praia apenas para ver as grutas formadas na arriba, algumas com profundidade suficiente para se perder na escuridão.

Praia de Odeceixe
Odeceixe
Oceano Atlântico
praia vigiada
casas de banho públicas    duche    cafés e restaurantes    estacionamento 
Nos meses mais frios Odeceixe não desce além dos 15ºC, sendo que no verão é muito frequente a temperatura rondar os 30ºC. É precisamente nos meses mais quentes que a temperatura da água varia entre os 14ºC e os 20ºC.

A forma mais fácil de chegar à Praia de Odeceixe é usando o carro. Siga pela EN120 e entre na Variante de Odeceixe que o vai levar direto à zona de estacionamento com vários lugares para deixar o carro. A partir da vila de Odeceixe também é possível apanhar o comboio turístico que o deixa junto à praia.
Artigos Sugeridos