Budapeste é uma cidade cara? Quanto custam as coisas na capital da Hungria?

Saber os preços das coisas numa cidade pode ser um fator decisivo na hora de a escolher para viajar. Por isso, dizemos quanto custam as coisas em Budapeste.

Ponte das Correntes em Budapeste still quanto custa
PUB

logo quanto custaDizer que Budapeste é uma cidade cara não é propriamente correto, mas também não podemos dizer que é uma cidade barata. Começar um artigo que tem por objetivo responder a uma pergunta de sim ou não com um “nim” não é um bom princípio, sabemos disso. Mas também sabemos que se dissermos que Budapeste é uma cidade cara, vai achar que para além da arquitetura, também os preços a vão colocar ao lado de Paris. E a verdade é que não é exatamente assim.

A capital da Hungria é visitada anualmente por milhões de estrangeiros, sendo o turismo uma das suas principais atividades. Tal como Lisboa e Porto, Budapeste tem recebido várias distinções nos últimos anos, sendo considerada como “Melhor Destino Europeu” de 2019 no ranking da European Best Destinations.

Fatores de atratividade não lhe faltam e por isso é cobiçada por todos os turistas que queiram conhecer verdadeiramente a história da Europa, por isso os preços acabam um pouco inflacionados, mesmo estando nós a falar de um país com uma moeda diferente, bem menos valiosa do que o euro.

Começamos sempre a avaliar o custo de uma viagem pelo café, uma espécie de barómetro que todos os portugueses conhecem como a palma das mãos. E aqui já ficamos a perceber que os preços são ligeiramente superiores aos de Portugal. A diferença não é abissal, mas nota-se. 

Já no cappuccino não vai notar uma diferença assim tão grande, diríamos mesmo que se tiver que optar por tomar um café ou um cappuccino e o preço fôr uma fator decisivo, então opte pelo segundo.

PUB

Café Expresso 320fts

Capuccino 450fts

Do indicador de preços mais conhecido para os portugueses, passamos para o indicador de preços mais conhecido do resto do mundo, o famoso hambúrguer do McDonald’s. E aqui vai notar uma boa diferença. E dizemos boa porque o preço é bem inferior ao que se paga em Portugal.

Big Mac 1420fts

Sempre que começamos um guia de preços ficamos sem saber se faz ou não sentido continuar a falar de preços de cinema. Afinal ninguém vai ao estrangeiro para ver um filme (ou talvez vá!), ainda assim continuamos a achar que é uma boa referência. E no caso de encontrar uma noite chuvosa em Budapeste e não esteja numa de ir para um Ruin Bar beber cerveja, saiba que o cinema vai sair bem mais barato do que se estivesse em Lisboa.

Bilhete de Cinema 1500fts

Já bebemos café, cappuccino, comemos um almoço rápido e espreitámos os filmes em cartaz. Vamos finalmente começar a conhecer a cidade? Caminhar é uma das formas mais indicadas, mas quando as pernas se começarem a queixar, pode sempre optar pelo metro. O preço é bem mais baixo do que o praticado em Lisboa ou no Porto e se comprar packs de várias viagens, consegue poupar ainda mais uns trocos.

Bilhete de Metro 300fts

Olhando agora para a cultura, de certeza que não é por causa do preço que vai deixar de conhecer mais ao detalhes a história de Budapeste. Os preços variam, mas não são muito altos. Se tiver um cartão de estudante à mão. Mais barata vai ficar a imersão cultural.

Entrada de Museu 2500fts

E como uma visita a Budapeste não fica completa sem experimentar os famosos banhos termais, não deixe de os incluir no seu orçamento. Ao longo da visita vai perceber que esta vai ser a atração mais cara que vai encontrar, mas pense positivo: o bilhete é válido para um dia inteiro. Pode entrar de manhã bem cedo e sair só à noite. Até restaurantes há no interior dos principais banhos termais, o que o ajuda a manter-se lá dentro sem necessidade de sair.

termas de budapeste iconBanhos Termais 6000fts

A viagem já vai longa e não queremos ser interrompidos pela fome. Parar numa pastelaria e comprar um croissant e uma garrafa de água pode ser uma boa opção e certamente que não é isso que vai fazer rebentar o orçamento.

Croissant 570fts

Garrafa de Água 200fts

Antes de terminarmos, não podemos sair sem falar das refeições em restaurantes. A gastronomia de Budapeste é mesmo imperdível, seja a galinha com paprika ou as belas sopas. Encontrar preços baixos aqui é que pode ser um pouco mais difícil. Mas vai valer muito a pena.

Refeição 6300fts

Contas feitas, é fácil perceber porque é que não se pode dizer que Budapeste é uma cidade cara, nem que é uma cidade barata. O melhor mesmo é partir à aventura, fazer bem as contas e ter a certeza de que para encontrar bons preços é preciso não ceder aos impulsos.

Como sempre, importa reforçar que os preços são indicativos, resuntando de uma média de preços que o W360.PT foi encontrando durante o período que esteve em Budapeste.

Budapeste
Hungria
Húngaro
1 779 361 hab.
Florim [HUF] GMT +2
Europeias, 2 pinos
+36
112
De outubro a março, os meses mais frios do ano, as temperaturas são baixas podendo chegar a graus negativos e à queda de neve. Nos meses mais quentes os termómetros podem subir além dos 30ºC, sendo este também o período com mais probabilidade de ocorrência de chuvas