Madrid é uma cidade cara? Quanto custam as coisas na capital espanhola?

Viajar até à capital espanhola pode ser uma forma de fugir à rotina de forma rápida. Mas quanto custam as coisas em Madrid?

STILL Quanto custam as coisas em Madrid
PUB

logo quanto custaViajar para Madrid não implica muitos recursos e há até várias formas de o fazer. Por ser uma cidade muito próxima de Portugal há várias companhias aéreas a voarem para lá e há também outros meios de transporte que podem ser tidos em consideração, como o carro o autocarro ou até o comboio.

Havendo poucas desculpas no que diz respeito aos transportes para recusar uma visita à capital espanhola, também não serão os preços praticados por lá que vão fazer quem quer que seja desistir de embarcar na aventura de conhecer melhor a maior cidade de nuestros hermanos.

Comecemos, então, pelo café. O preço é relativamente superior ao praticado em Lisboa, mas não chega a ser uma exorbitância e se procurar bem vai mesmo conseguir beber uma bica pelo preço das que se bebem por cá.

Mais difícil será encontrar expressos à nossa moda. O hábito espanhol para quem pede um café é uma daquelas chávenas a que chamaríamos água deslavada, por isso se o objetivo é beber um expresso não facilite, peça com clareza um expresso e não simplesmente um café.

Café Expresso €1,7

Quando estiver farto de procurar um café com qualidade, sem ter que entrar numa cadeia internacional como o Starbucks ou o Costa, pode sempre optar por um Cappuccino. O preço não é muito superior ao expresso e daqui não vai sair desiludido.

PUB

Capuccino €2,2

Já sabemos que os artigos em que atribuímos preços aos produtos que consumimos em determinadas cidades geram sempre alguma polémica. Há sempre quem consiga encontrar valores muito mais baixos e quem pense que estamos a facilitar na análise. É certo que os preços aqui apresentados são sempre uma média do que fomos vendo, mas há um valor que é referência e não muda, o valor do Big Mac do McDonald’s. E em Madrid, neste caso em particular, parece mesmo que estamos em Lisboa.

Big Mac €6,5

A ida ao cinema também costuma ajudar a perceber o nível de vida numa cidade no estrangeiro e, mais uma vez, parece que estamos em Portugal, os preços são muito semelhantes aos que se praticam por cá.

Bilhete de Cinema €8,5

O metro é uma das maravilhas de Madrid. É muito funcional, quase não falha e leva-nos a quase todo o lado, sendo uma das redes mais extensas de toda a Europa. Parecem ser só vantagens e até o preço é muito aceitável, sendo inferior ao preço do Metro de Lisboa, uma estrutura que deixa bem mais a desejar.

Bilhete de Metro €1,5

Se o pequeno almoço do hotel não for o esperado ou se a meio de uma caminhada pela cidade aparecer um sintoma de fome, um croissant é sempre uma boa opção, sendo também um belo indicador de preços. Comer um em Madrid fica numa média de dois euros.

Croissant €2

Visitar um museu na maioria das capitais europeias não tem um preço bem definido, porque na maioria dos casos são aplicados descontos associados à idade ou à nacionalidade, e existem muitas vezes horários em que a entrada pode ser gratuita. Em Madrid também é assim, mas uma entrada a preço normal pode custar entre 15 euros, no caso do Museu do Prado ou dez euros, no caso do Museu Rainha Sofia.

Entrada de Museu €12,5

Para terminar, e talvez o item mais importante de todos, é bom saber que comprar uma garrafa de água, principalmente se a visita à cidade for feita num escaldante mês de verão, não vai rebentar com o orçamento.

Garrafa de Água €1

Olhando de forma global para os preços das coisas em Madrid parece que nem saímos de Portugal, uma vez que são muito semelhantes aos que por cá se praticam. É sempre bom deixar claro que os preços apresentados representam uma média do que é mais comum encontrar pela cidade, sendo possível encontrar valores mais baixos ou até substancialmente mais altos.

Madrid
Espanha (capital)
Espanhol
3 232 463 hab. (2007)
Euro (EUR)
GMT+1
 Europeia, 2 pinos
+34
112
Madrid é uma cidade muito quente no verão, podendo as temperaturas ultrapassar os 35ºc. No inverno registam-se temperaturas negativas com frequência e, esporadicamente, há queda de neve.